Homem vai preso após agredir policiais e dificultar atendimento médico para o próprio enteado em Sumaré

atendimento médico

Na tarde de ontem (22), uma equipe policial de Sumaré, juntamente com o SAMU, seguiram até o Residencial Parque Pavan, onde uma criança de 11 anos com paralisia infantil necessitava de atendimento médico. No entanto, ao chegar no local, o padrasto do menino não deixava os paramédicos fazerem o trabalho.

Ao entrarem na residência, se deparam com a mãe da criança pedindo socorro, pois a criança estava acamada em um quarto fechado e o homem continuava se recusando a dar permissão para o atendimento médico adequado.

Diante da situação, a equipe policial solicitou que ele se afastasse da mulher e da criança, o que desencadeou uma reação violenta. O indivíduo tentou agredir os policiais, sendo contido e detido. A criança foi encaminhada ao UPA Makarenko para receber os cuidados médicos necessários.

Mais tarde, a Delegada tomou conhecimento dos fatos e incluiu no documento as acusações de lesão corporal em agentes de segurança pública, omissão de socorro, maus tratos à criança e resistência. O indivíduo permanece à disposição da justiça.

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS
Compartilhar no Facebook