Connect with us

Nossa Cidade

Cabelos em Foco: a arte de aprender e fazer bem!

Publicado

em

O poeta Jean de La Bruyère escreveu que não há no mundo exagero mais belo que a gratidão! E quando esse sentimento comove ambos os lados – quem dá e quem recebe – é mais emocionante ainda. Este é o pensamento que compartilha a oficina Cabelos em Foco do Projeto Fortalecer, executada pelo Instituto Bem Querer em parceria com a Prefeitura Municipal de Sumaré, por intermédio do Fundo Social de Solidariedade e da Secretaria Municipal de Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social. O curso de auxiliar de cabeleireiro promove a capacitação profissional de mulheres de várias faixas etárias, a fim de garantir uma qualificação para que tenham autonomia e possam completar a renda familiar.

Com aulas duas vezes por semana, as alunas aprendem sobre corte, escovação, coloração, hidratação, entre outros. A oficina Cabelos em Foco é a arte de aprender e fazer bem. “O melhor programa social é gerar empregos e renda, por isso investimos em qualificação profissional, como esses cursos e oficinas do Projeto Fortalecer, da Casa Brasil, etc. É gratificante ver que esse trabalho tem rendido frutos, já que muitas estão empenhadas em montar o próprio negócio”, disse o prefeito Luiz Dalben.

De um lado, futuras empreendedoras que recebem a instrução da professora Cleuza Aparecida de Souza Tavares, com 40 anos de profissão. Do outro, modelos como Maria Aparecida de Souza, de 63 anos, a Cidoca, uma das frequentadoras assíduas do Núcleo de Bem-Estar Municipal Bom Retiro, região da Área Cura. Para ela que já fez de tudo nas madeixas, nem se trata do dinheiro, mas a qualidade técnica. “Quando entrei aqui pela primeira vez meu cabelo estava curto, e hoje está no ombro. Tive o prazer de experimentar tudo nos meus cabelos: escova, luzes, hidratação, tintura e até botox. Com esse tratamento maravilhoso, eu não saio aqui”, comentou sorridente.

Vânia Valentim, de 36 anos, faz o curso para ter uma profissão. Para ela que está desempregada e ama mexer com cabelos, o curso é um presente de Natal antecipado. “Era a oportunidade que faltava para mim. Vim em busca de qualificação profissional, porque sonho montar meu salão futuramente”, diz ela que já está cuidando dos cabelos de parentes e amigas para ganhar mais prática.

Quem também sonha montar o próprio salão é a jovem Micaele Américo de Oliveira, de 26 anos. Desempregada viu no curso a grande chance de se realizar profissionalmente. “Já trabalhei como ajudante de salão por sete meses, e foi aí que me apaixonei pela profissão. Concluindo este curso, pretendo fazer outros na área, e investir no negócio próprio”.

A qualificação profissional foi o motivo que levou Silvana Paula França, de 49 anos, a fazer o curso. Disponível no mercado de trabalho ela resolveu unir o útil ao necessário. “Já gostava de mexer com cabelos, e desempregada, não pensei duas vezes. Estou feliz com o curso, porque estou tratando os cabelos dos familiares, e muito em breve, se Deus quiser, terei meu espaço”.

Em meio a muitas mulheres, um futuro barbeiro. É o jovem Fernando Rodrigo de Lima, de 26 anos. Ele explicou que optou por fazer o curso por curiosidade, pois queria aprender sobre cabelos femininos. “Quero ser barbeiro, e enquanto não monto minha barbearia, pretendo ganhar uma renda extra. Decidi fazer o curso e, por enquanto, trabalhar com o público feminino”.

Outra modelo que aproveita a técnica e os produtos de qualidade do curso é Maria do Carmo Cavalcante, de 52 anos. Moradora do bairro, ela não poupou elogios ao serviço das futuras cabeleireiras. “Quando soube do curso e que precisavam de modelos, não pensei duas vezes. São aprendizes muito boas que contam com uma grande professora. E sempre que posso, sou a primeira a chegar”, explica enquanto fazia hidratação.

Modesta e apaixonada pelo ofício, a professora Cleuza prefere transferir o mérito aos alunos. “Eles são talentosos. Quando chegam aqui, só em segurar a tesoura ou lavar o cabelo já sabemos se têm habilidade e dom. Felizmente, temos recebido alunos comprometidos, que gostam da profissão, e isso torna mais fácil o aprendizado”, comenta.

O curso de capacitação profissional Cabelos em Foco acontece no Núcleo de Bem-estar Municipal do Bom Retiro, toda terça e quinta, com turmas no período da manhã e da tarde. Conta com 20 alunos que estão prontos e literalmente com a ‘tesoura afiada’.

Continue Lendo

Nossa Cidade

14.500 alunos da rede municipal de Sumaré terão aula de empreendedorismo a partir deste ano

Publicado

em

Por

A Prefeitura de Sumaré passa a oferecer na grade curricular deste ano a aula de empreendedorismo nas escolas municipais. Em princípio, 14.500 alunos do Fundamental I e II, Ensino Médio e EJA (Educação para Jovens e Adultos) serão contemplados. A parceria firmada em outubro do ano passado entre a administração municipal, por meio das Secretarias Municipais de Educação e Desenvolvimento Econômico, com o Sebrae prevê levar a atitude empreendedora e consumo consciente aos alunos. Será uma aula semanal sobre o tema dentro da proposta do JEPP (Jovens Empreendedores Primeiros Passos), programa do Sebrae-SP criado com a finalidade de disseminar a cultura empreendedora e orientar para o plano de negócios, de maneira a estimular os comportamentos empreendedores entre crianças e adolescentes, incentivando-os à prática do empreendedorismo e o protagonismo juvenil.

A educação empreendedora proposta pelo Sebrae para o Ensino Fundamental incentiva os alunos a buscar o autoconhecimento, novas aprendizagens, além de praticar o espírito de coletividade. Dessa forma, o curso aliado a um ambiente propício à aprendizagem, favorece o envolvimento dos jovens estudantes no próprio ato de fazer, pensar e aprender. “Essa parceria com o Sebrae fortalece ainda mais a nossa rede municipal de ensino, que já é referência em muitos projetos. Essa é também a oportunidade de qualificar a nossa rede municipal, inclusive de agregar essa formação ao currículo dos professores”, destacou o prefeito Luiz Dalben.

O curso incentiva comportamentos empreendedores, além de estimular o protagonismo juvenil e a iniciativa futura na busca de possibilidades de inserção no mundo do trabalho por meio de uma postura empreendedora e autônoma. Ou seja, visa despertar a discussão, a responsabilidade e o comportamento empreendedor. “Aprender sempre é um bom negócio e essa é uma excelente oportunidade que a Prefeitura de Sumaré oferece aos alunos da rede municipal ao implantar a cultura empreendedora na grade curricular”, comentou a secretária municipal de Educação, Mirela Cia.

Os professores receberam formação específica e os alunos ganharão os materiais didáticos, elaborados e doados pelo Sebrae. Para o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Cláudio Padovani, essa iniciativa é um legado que a atual gestão vai deixar para as próximas gerações. “É um projeto destinado a fomentar a educação e a cultura empreendedora e, mais uma vez Sumaré sai na frente, ao implantá-lo na rede municipal, beneficiando alunos do primeiro ao nono ano, Ensino Médio e EJA. Isso demonstra o compromisso da Prefeitura de Sumaré, por meio da Secretaria Municipal de Educação, ao ofertar educação de qualidade na rede municipal”.

A educação deve atuar como instrumento de transformação e de incentivo à quebra de paradigmas e no desenvolvimento das habilidades e dos comportamentos empreendedores. E o que é importante, o curso se adequa à realidade da escola e dos alunos. O JEPP considera a autonomia do estudante tanto no quesito aprendizagem como no favorecimento ao desenvolvimento de atributos e atitudes necessários para a gestão da própria vida. Essa visão está em consonância com os quatro pilares da educação propostos pela Unesco, que são: aprender a conhecer, isto é, adquirir os instrumentos; aprender a fazer, para poder agir sobre o meio envolvente; aprender a viver juntos, a fim de participar e cooperar com os outros em todas as atividades humanas; aprender a ser, via essencial que integra as três precedentes.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Prefeitura de Sumaré amplia USF Santa Clara

Publicado

em

Por

O setor de Saúde de Sumaré continua avançando e melhorando cada dia mais. A administração municipal está ampliando a USF (Unidade de Saúde da Família) do Jardim Santa Clara, localizada na região do Matão.

Equipes de pedreiros e carpinteiros da Secretaria Municipal de Serviços Públicos trabalham nesta quarta (22) na finalização da construção das novas salas – telhado e acabamento – e farão também reparos da cobertura do restante da unidade. A

USF que já conta com recepção, consultórios, sala de esterilização e banheiros ganhará mais três salas para atendimento e lavanderia. “Queremos melhorar ainda mais o acolhimento aos moradores e propiciar melhores condições de trabalho à equipe”, destacou o prefeito Luiz Dalben.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Unidade de Saúde do Veccon realiza busca ativa de Dengue no Três Pontes

Publicado

em

Por

 Equipe da USF (Unidade de Saúde da Família) Veccon da Secretaria Municipal de Saúde de Sumaré realiza nesta semana ações de combate à Dengue na área verde do Três Pontes. O trabalho de busca ativa de pessoas suspeitas de Dengue, coleta de sorologia e realização de teste rápido no local também está acontecendo no Jardim Paulista e Parque Emília, região central de Sumaré, e segue durante a semana, das 8h ao meio dia. De acordo com a Vigilância Epidemiológica a iniciativa surgiu depois da visita dos agentes de Endemias nesses locais. Durante a ação foram encontradas larvas, além de criadouros inservíveis e moradores com sintomas da doença.

            “O combate ao Aedes aegypti é um trabalho permanente na nossa cidade. Não podemos descuidar, principalmente neste período de chuvas e calor. É muito importante que a população receba as nossas equipes e continue adotando todas as medidas necessárias para evitar a proliferação do mosquito. Também reforçamos a importância da destinação correta de resíduos, evitando o descarte irregular de lixo e entulhos em terrenos baldios, áreas verdes, ruas e calçadas. Somente juntos poderemos vencer essa batalha: cuidando do nosso próprio quintal e também da nossa cidade”, incentivou o prefeito Luiz Dalben.

            Durante a ação os moradores contam também com orientações da equipe e panfletagem sobre os sintomas das arboviroses e medidas de controle do mosquito. Até o momento o município registrou 06 casos positivos de dengue. No ano passado foram 2.866 casos.

Combatendo o mosquito

            Para combater o mosquito do Aedes são necessárias algumas ações, como manter a caixa d’água sempre fechada e com tampa adequada, além de remover folhas, galhos e tudo o que possa impedir a água de correr pelas calhas. Não deixar a água da chuva acumulada sobre a laje também é fundamental. É necessário lavar semanalmente por dentro, com escova e sabão, os tanques e recipientes utilizados para armazenar água, bem como encher de areia até a borda os pratinhos dos vasos de plantas. A dica é para que as pessoas troquem a água e lavem os vasos, principalmente por dentro (com escova, água e sabão), pelo menos uma vez por semana. As garrafas precisam ser guardadas sempre de boca para baixo. Tão importante quanto descartar corretamente o lixo – principalmente os pneus inservíveis -, é não jogar lixo em terrenos baldios.

Continue Lendo