sumare

Campanha “Junho Branco” em Sumaré será marcada por ações de conscientização e prevenção do uso de Drogas

Em alusão ao Dia Mundial de Combate às Drogas, comemorado no dia 26 de junho, o CAPS AD (Centro de Atenção Psicossocial – Álcool e Drogas), órgão gerido pela Secretaria Municipal de Saúde de Sumaré, em parceria com o ISSRV (Instituto Social Saúde Resgate à Vida), realizará ações sobre a Campanha “Junho Branco” em toda a rede municipal de Saúde. 

A equipe do CAPS AD fará, na próxima semana, distribuição de cartazes e fitinhas brancas nas unidades de Saúde, promovendo conscientização para o cuidado com a saúde mental da população. Lembrando que, devido à pandemia do coronavírus, o distanciamento e as determinações sanitárias serão respeitados.

O prédio do CAPS AD inaugurado em dezembro do ano passado, no Portal Bordon, região do Picerno, conta com uma equipe técnica responsável em oferecer cuidados, atenção integral e continuada a dependentes químicos. A equipe é formada por psiquiatra, psicólogo, enfermeiro e técnicos de enfermagem, assistente social, terapeuta ocupacional e recreacionista. “O CAPS AD é uma unidade de extrema importância para o atendimento em saúde mental, pois acolhe as pessoas que sofrem com transtornos mentais decorrentes da dependência química – e que muitas vezes são julgadas e marginalizadas. O órgão oferece atendimento interdisciplinar para a reabilitação e inclusão social dessas pessoas”, explicou o prefeito Luiz Dalben.

A equipe do Centro de Atenção Psicossocial realiza acolhimentos, grupos e oficinas terapêuticos (autocuidado, culinária, horta, música e ateliê aberto). Todo cuidado é planejado por meio do Plano Terapêutico Singular (PTS), elaborado junto ao paciente e à equipe de referência, seguindo sempre a necessidade individual. Além disso, o serviço ainda oferece suporte à família do paciente, por meio do grupo de família que acontece semanalmente na unidade. O CAPS AD está localizado na Rua Antonieta Ravagnani Tanner, nº 190, Residencial Bordon II. A unidade funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

CAPACITAÇÃO


Com o aumento das doenças psiquiátricas devido à pandemia do novo coronavírus e ao período de isolamento social, a Secretaria de Saúde de Sumaré, por meio da Rede Municipal de Saúde Mental, realiza capacitações com as equipes dos CAPS (Centro de Atenção Psicossocial). No mês passado os colaboradores participaram de uma aula on-line com o tema ‘Transtorno do Estresse Pós-Traumático (TEPT)’. A aula ministrada pelo psiquiatra da rede municipal Luís Alberto Palomino Zegarra aconteceu no CAPS AD. O TEPT é um distúrbio da ansiedade caracterizado por um conjunto de sinais e sintomas físicos, psíquicos e emocionais em decorrência de testemunhar atos violentos ou de situações traumáticas que, em geral, representaram ameaça à vida de quem sofre com esse quadro de saúde ou à vida de terceiros.

Os principais atendimentos em saúde mental são realizados nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), onde o usuário recebe atendimento com assistência multiprofissional e cuidado terapêutico, conforme a necessidade, próximo da família. O município conta com três unidades do CAPS: Orquídea, que presta atendimento a pacientes adultos com transtornos mentais graves e persistentes; o Infanto-Juvenil ‘Espaço Viver’, voltado à crianças e adolescentes; e, agora, o CAPS Álcool e Drogas, especializado em transtornos pelo uso de álcool e outras drogas.