Connect with us

Geral

Campinas discute tendências do mercado de crédito consignado

Publicado

em

Evento, que reuniu especialistas e profissionais de várias cidades da região, faz parte de movimento nacional que percorre algumas das principais capitais brasileiras

Campinas sediou na noite desta quarta-feira, 29, o evento da campanha nacional “Consignado Não É Golpe”, que percorre algumas das principais capitais brasileiras para discutir as tendências do mercado de empréstimo consignado e promover ações para profissionalizar o setor. O encontro, no hotel Premium, reuniu especialistas e profissionais de diversas cidades da região e também foi transmitido ao vivo para as redes sociais do movimento. Campinas é a única cidade fora das capitais no roteiro do movimento.

A correspondente bancária Daniela Oliveira, de Hortolândia, foi uma das participantes. Para Daniela, que está no mercado há cinco anos, o encontro foi importante porque apresentou mecanismos para fortalecer os profissionais que atuam no setor de forma legal e também apresentou as tendências para os próximos anos. “Infelizmente, nós ainda somos atacados por conta de fraudes cometidas por uma minoria. Iniciativas como esta são importantes porque ajudam a profissionalizar os que trabalham de forma correta. E é com profissionalização que vamos conseguir eliminar essa minoria que atrapalha o mercado” comentou.

O movimento “Consignado Não É Golpe” foi criado para dar visibilidade aos correspondentes bancários que atuam de forma legal. A bordo de um motorhome, os organizadores já percorreram algumas das principais capitais brasileiras, como Vitória, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo. A próxima parada do “Phyllon on The Road” é Florianópolis, onde esta primeira jornada será encerrada. Em cada cidade, o movimento realizou eventos com dinâmicas variadas, workshops e debates sobre o mercado. “Com este movimento queremos promover ações para profissionalizar cada vez mais as operações dos correspondentes bancários”, comentou Yasmin Melo, fundadora do Movimento Gigantes do Consignado, CEO da Phyllon Aceleradora e uma das organizadoras do movimento.

Alexandre Lellis, CEO da Cia do Crédito e também organizador do evento, avaliou o sucesso da primeira edição do “Phyllon on The Road”. “Superou as nossas expectativas. Por onde passamos atraímos muita gente e ampliamos as discussões sobre o nosso mercado”, comentou.

Geral

Fintech de crédito recebe aporte de R$ 2 milhões

Publicado

em

Por

Com foco no empréstimo entre pessoas, Phyllon Bank acumula investimentos mesmo antes de entrar em operação

Da união de duas carreiras construídas no mercado financeiro nasce uma fintech de crédito que mesmo antes de entrar em operação já conseguiu um aporte de R$ 2 milhões. E outros R$ 5 milhões estão em fase de captação. É a Phyllon Bank, uma startup financeira que quer se tornar a maior do ramo de crédito consignado do país.

Com foco no crédito consignado, um dos mais baratos para o consumidor, a Phyllon Bank quer promover a troca justa: mais rendimentos para quem investe e menos juros para quem precisa de crédito. À frente desse projeto inovador estão os amigos e especialistas em finanças Yasmin Melo e Lucas Araújo, ambos com vasta atuação no ramo de crédito consignado.

“Esta troca justa será possível porque a fintech chega com o propósito de fomentar o empréstimo entre as pessoas. “Os clientes querem mudanças e a nossa intenção é inovar o padrão atual do mercado financeiro, oferecendo mais rendimento para quem investe e juros menores para quem empresta”, afirma Yasmin. Para isso, a fintech vai trabalhar em parceria com os correspondentes bancários. Hoje, existem no país mais de 1,5 milhão de correspondentes bancários.  

Além de chamar a atenção de investidores, a nova fintech também tem despertado o interesse do público. Em setembro, a Phyllon Bank realizou uma turnê pelo país para a divulgação da sua marca. Percorreu algumas das principais capitais brasileiras e atingiu um público de cerca de 100 mil pessoas, que acompanharam os eventos de forma presencial e também pela internet.

O foco principal de atuação da Phyllon Bank é o crédito consignado, mas a empresa vai oferecer todas as operações de um banco digital, como pagamento de contas e investimentos. Todas as operações poderão ser feitas pelo aplicativo da Phyllon, já disponível no sistema Android e também na versão para IOS. A plataforma já tem mais de quatro mil usuários ativos.

A expectativa dos sócios é que o banco entre em operação ainda este ano. E para cada conta aberta, uma árvore será plantada. A iniciativa é um dos compromissos da startup com o meio ambiente.

Continue Lendo

Geral

Com rotina intensa de treinos na Hípica de Campinas, tenista Manuela Ganciar segue comemorando conquistas

Publicado

em

Por

A jovem atleta Manuela Gonçalez Ganciar obteve várias conquistas em 2021 e se prepara para os novos desafios no tênis. De Nova Odessa, começou a fazer aulas de tênis com 10 anos, no condomínio onde mora atualmente. 

Ao ver sua evolução e enxergar um grande potencial para se tornar uma tenista profissional, seu professor começou a treiná-la para participar de competições. Mesmo sem nenhum apoio financeiro de patrocinador, Manuela conta com a ajuda dos pais e avós para continuar evoluindo nas competições. 

Seus treinamentos são diários na Sociedade Hípica de Campinas, em dois períodos: manhã e tarde. 

Em 2020 foi seu primeiro ano jogando na categoria 16 F, e ela fechou na 5ª posição do ranking paulista. Atualmente, Manuela é a 3ª colocada no ranking da FPT. 

Em 2021, a tenista iniciou também sua participação em torneios nacionais pela CBT (Confederação Brasileira de Tênis), onde hoje ocupa a 31ª posição no ranking nacional. Também em 2021, disputou seu primeiro torneio internacional válido pela Cosat (Confederação Sul-Americana de Tênis), jogando simples e duplas, onde somou pontos e ocupa a 226ª posição no ranking sul-americano.

Em 2018, aos 13 anos e ainda no segundo ano de competições, ela terminou na segunda posição do ranking da categoria 14 FE (Feminino Estreantes) pela FPT (Federação Paulista de Tênis). Em 2019, terminou em 26º lugar na categoria 14 F da Federação Paulista de Tênis. Nesse período, a tenista já disputou vários torneios Paulistas, Nacionais e Sul-Americanos em muitas cidades, como São Paulo, São Carlos e Serra Negra, no Estado de São Paulo, e Brasília/DF, Blumenau/SC e Criciúma/SC, dentre outras. 

Os treinos nas quadras de tênis da Hípica de Campinas são intensos, geralmente realizados de segunda a sexta-feira, sem folga. Além disso, a Manuela faz treinos de agilidade e tempo de reação. Treinar a agilidade deixa a atleta mais rápida em quadra, principalmente nas trocas de direção em curto intervalo de tempo – como é o caso do tênis. Já o treinamento de tempo de reação ajuda na velocidade que a atleta realizará a ação a partir de determinado estímulo.

Manuela Gonçalez Ganciar foi uma das primeiras atletas recebidas no Gabinete pelo prefeito Cláudio José Schooder, o Leitinho, em fevereiro deste ano. Ele lhe desejou sucesso na carreira. A jovem estava acompanhada na ocasião pelo pai, Maurício Belisário Ganciar, e pelo avô Silvestre Gonçalez, autodenominado “torcedor número 1” da neta”.

SILVESTRE GONÇALEZ jornalista

Continue Lendo

Geral

Nova alta nos postos de gasolina

Publicado

em

Por

A alta no preço do combustível tem se tornado algo recorrente num país onde a inflação está nas alturas e a moeda continua se desvalorizando dia após dia. Na semana passada o reajuste foi de 2,25%, segundo a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

Para se ter uma ideia, o dólar (moeda pela qual o petróleo é avaliado), já teve alta de 6,4% em 2021.

Confira, logo abaixo, os valores médios do litro da gasolina em cada estado.

Acre (R$ 7,600);

Alagoas (R$ 7,198);

Amazonas (R$ 7,350);

Bahia (R$ 7,299);

Ceará (R$ 7,190);

Distrito Federal (R$ 7,499);

Espírito Santo (R$ 7,090);

Goiás (R$ 7,399);

Mato Grosso (R$ 7,230);

Minas Gerais (R$ 7,599);

Pará (R$ 7,250);

Paraná (R$ 7,300);

Pernambuco (R$ 7,439);

Piauí (R$ 7,299);

Rio de Janeiro (R$ 7,749);

Rio Grande do Norte (R$ 7,299);

Rio Grande do Sul (R$ 7,999);

Rondônia (R$ 7,030);

São Paulo (R$ 7,399);

Tocantins (R$ 7,129).

Vale ressaltar que, na primeira semana de Janeiro deste ano, o valor do litro da gasolina era de R$ 4,57.

Continue Lendo