Connect with us

Nossa Cidade

Capoeirista de Sumaré representa o Brasil em evento na Itália

Publicado

em

O mestre de capoeira Daniel Alves, conhecido como Joguinho, do grupo de Sumaré Cordão de Ouro representou o Brasil na “1ª Formatura do Centro de Capoeira Milano”, na Itália. O evento ocorreu no ginásio da Via Dupre Canto MacMahon, em Milão, e contou com participantes de diversos países, entre eles Rússia, Venezuela, Israel e Alemanha, além de vários estados italianos.

O batizado 2016 começou na sexta-feira, dia 11, e seguiu até domingo, dia 13. Os formandos receberam a primeira graduação, que corresponde a faixa azul, e agora podem ser professores ou instrutores.

Durante os dias do evento, além do tão aguardado recebimento do cordão azul, aconteceram aulas de capoeira e workshop com os convidados e palestras. Além de ministrar algumas aulas, Joguinho foi padrinho de um dos formandos.

“Esses formandos eram alunos e amigos e agora já podem ser professores. Ser convidado para padrinho de um deles é muito gratificante, mostra que o trabalho que comecei há anos no Matão (em Sumaré) rendeu bons frutos. É o reconhecimento de anos de luta e dedicação ao esporte”, disse Joguinho.

O grupo Cordão de Ouro foi fundado em 1967, pelo Mestre Suassuna, em São Paulo. O grupo foi formando capoeiristas e se espalhando pelo país e pelo mundo. Hoje o Cordão de Ouro existe em mais de 40 países e quase todos os estados brasileiros.

Publicidade

Em Sumaré, o Cordão de Ouro existe há mais de 20 anos. Joguinho é capoeirista há 25 anos e há mais de 15 participa do grupo na cidade. São vários projetos sociais realizados pelo Cordão de Ouro, que buscam a inserção da sociedade carente no esporte.

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS
Compartilhar no Facebook

Publicidade