Connect with us

Nossa Cidade

Defesa Civil de Sumaré monitora áreas de risco e faz recomendações

Published

on

O órgão trabalha 24 horas, supervisionando o Ribeirão Quilombo, cujo nível encontra-se normal, além dos pontos mais críticos da cidade

A equipe da Defesa Civil Municipal de Sumaré segue monitorando as áreas de risco, devido as chuvas que estão ocorrendo nesta quarta (26). O volume de chuva registrado em Sumaré nas últimas 72 horas foi de 29,5mm. De acordo com a Defesa Civil Municipal, esse volume é considerado tranquilo e não há pontos de alagamento na cidade. O órgão trabalha 24 horas, supervisionando o Ribeirão Quilombo, cujo nível encontra-se normal, além dos pontos mais críticos da cidade. “A prevenção é a melhor solução, portanto o ideal é adotar algumas medidas de segurança durante o período chuvoso e seguir as recomendações da nossa Defesa Civil”, explicou o prefeito Luiz Dalben.

Em casos de destelhamento, quando ocorrer ventos fortes, por exemplo, a orientação é permanecer dentro da residência e procurar abrigo (mesa ou cama), para evitar ser atingido por cacos e pedaços de telha.

Quando as chuvas forem acompanhadas de raios, é importante não usar telefone ligados em tomadas e não ficar próximo de canos, janelas e portas metálicas. A orientação do órgão é não utilizar equipamentos ligados à rede elétrica, principalmente tiverem sido molhados, pois há risco de choque elétrico e curto-circuito.

Durante as chuvas, é recomendável não entrar em piscinas ou lagos por conta do risco de raios e descargas elétricas. Em rios e cachoeiras, o problema é agravado pela possibilidade de tromba d’água. Como a tendência dos raios é percorrer o caminho mais curto entre o solo e a nuvem onde foi produzido, não é recomendado estar perto de árvores ou estruturas metálicas. No caso de inundações, se começar a entrar água dentro de casa, a orientação é desligar o disjuntor para evitar o risco de eletrocussão. O religamento da rede só deve ocorrer depois que ela for revisada, para que não haja colapso no sistema. Em caso de emergências ligar para 193 Bombeiros Municipais e a Defesa Civil Municipal pelo 199.

Outras recomendações:

  • Não se arrisque em enchentes e enxurradas, pois elas podem esconder muitos perigos
  • Não fique ou deixe crianças na enxurrada, pois correm o risco de ser arrastados ou se afogarem
  • Se chover forte, aguarde estiar para sair de casa, pois a pressa pode colocar em risco e custar a vida
  • Evite trafegar em áreas de inundação ou em ruas sujeitas a alagamentos
  • Mantenha equipamentos elétricos distantes da água
  • Não se abrigue ou estacione seu veículo debaixo de árvores
  • Dirija com segurança e verifique se os faróis, lanternas e limpadores de para-brisa estão ligados
  • Retire aparelhos elétricos da tomada, pois há risco de choque elétrico
  • Se estiver em local aberto durante uma tempestade, procure abrigo e evite ficar em topos de morros e prédios
  • Em caso de inundação, se estiver dentro do carro, saia pela janela ou suba no teto
  • Em caso de rajadas de vento forte: não se abrigue debaixo de árvores, pois há leve risco de queda e descargas elétricas; e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda
  • Caso perceba fendas ou rachaduras com surgimento de minas d’água dentro
  • Não segurar objetos metálicos longos, como varas de pesca e tripés
  • Não empinar pipas ou aeromodelos com fio
  • Não andar a cavalo
  • Não permanecer na água
  • Evitar lugares que ofereçam pouca ou nenhuma proteção contra raios, como pequenas construções não protegidas (celeiros, tendas ou barracos) e veículos sem capota, como tratores, motocicletas ou bicicletas
  • Não permanecer em áreas abertas, como campos de futebol, quadras de tênis e estacionamentos
  • Não permanecer no alto de morros ou no topo de prédios
  • Não se aproximar de cercas de arame, varais metálicos, linhas elétricas aéreas e trilhos
  • Nunca se abrigue debaixo de árvores isoladas.

Nossa Cidade

Prefeitura de Sumaré distribui nova remessa de kits nutricionais para alunos cadastrados no programa Bolsa Família

Published

on

A Prefeitura de Sumaré começa a distribuir na próxima semana, por intermédio de ação conjunta entre as Secretarias Municipais de Educação e de Inclusão Social, a segunda remessa dos kits nutricionais. A intenção da administração municipal é assistir os estudantes da rede municipal de ensino que precisam da merenda escolar como complemento alimentar durante esse período do bloqueio social.

A distribuição será feita em duas fases: os alunos cadastrados no Programa Bolsa Família poderão fazer a retirada na escola onde estudam entre os dias 6 e 8 de abril, das 9h30 às 14h30. A segunda fase é para os demais pais de alunos não cadastrados no programa e que manifestarem interesse no kit. Eles deverão fazer agendamento prévio, via telefone, na unidade escolar onde o filho estuda.

Os kits são compostos de arroz, feijão, macarrão, óleo, leite, biscoito, achocolatado em pó e bolos (tipo Pullman).

A medida foi tomada com base em Decretos Municipais e Estaduais que suspenderam no dia 23 de março as aulas em todas as escolas públicas e particulares de Sumaré, como forma de enfrentamento do coronavírus. Pensando no atendimento aos alunos que necessitam da merenda escolar como complemento na alimentação, o prefeito Luiz Dalben determinou a distribuição dos kits nutricionais a cada 15 dias.

“Muitas crianças hoje vão à escola contando com a merenda escolar e a intenção é continuar assistindo essas famílias. Trabalhamos para o desenvolvimento e formação de qualidade da comunidade estudantil e, enquanto as escolas se mantiverem fechadas, os alunos receberão os kits, que são referentes à merenda que teriam na escola. Trabalhamos para que nossos alunos se sintam acolhidos mesmo neste período difícil que estamos enfrentando”, explicou o prefeito Luiz Dalben.

Visando tranquilizar e prestar o auxílio necessário aos moradores, Sumaré trabalha desde janeiro para o enfrentamento do coronavírus. No início do ano, antes mesmo do primeiro caso ser confirmado no país (no dia 26 de fevereiro), a Prefeitura já estudava um plano de contingência para prevenção da doença, aprovado no dia 4 de fevereiro, quando foram decididos protocolos, entre eles, o treinamento das equipes da Secretaria de Saúde e divulgação das medidas preventivas à população. Por meio do Comitê de Prevenção e Enfrentamento do Coronavírus, boletins diários são disponibilizados no site da Prefeitura (www.sumare.sp.gov.br). Um canal de WhatsApp para atendimento direto à população foi implantado para orientação médica específica sobre a doença.

Continue Reading

Nossa Cidade

Área Central de Sumaré recebe reforço na limpeza com hipoclorito de sódio

Published

on

Como medida de combate à disseminação da Covid- 19 (coronavírus), a Prefeitura de Sumaré, por meio da Secretaria Municipal de Serviços Públicos, realiza diariamente o trabalho de pulverização com hipoclorito de sódio, especialmente em áreas de mais circulação de pessoas. Nessa quinta-feira, 2 de abril, as equipes voltaram a reforçar a limpeza na região central da cidade. Os pontos de higienização incluem os prédios do Paço e Câmara Municipal, Fórum, Terminal Rodoviário, UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Jardim Macarenko, área comercial na Avenida Sete de Setembro, nas proximidades do Cemitério da Saudade e também no Velório Municipal (neste último, a higienização acontece todos os dias).

O hipoclorito de sódio vem sendo utilizado pela Prefeitura na limpeza de ambientes públicos desde a segunda quinzena de março. A pulverização já foi realizada em unidades de Saúde, pontos de ônibus e ruas nas regiões do Maria Antônia, Matão, Área Cura, Picerno, Nova Veneza e Centro (onde está sendo realizado o reforço).

Estudos mostram que a aplicação de hipoclorito de sódio – com poder desinfetante e de desinfecção – tem sido bastante eficaz no combate ao  vírus que pode ficar retido nas superfícies. A limpeza de pontos de contato, como bancos, pisos, grades, entre outros, ajuda a prevenir o contágio. A utilização do produto não traz riscos para a população e segue as recomendações dos órgãos em Saúde.

“Seguimos incansáveis, trabalhando dia e noite, no enfrentamento da pandemia, priorizando, acima de tudo, a saúde e a segurança da nossa população nesse momento tão delicado que o mundo está vivendo. Agradeço, mais uma vez, a sensibilização de todos que estão empenhados junto ao Poder Público para conter a disseminação desse vírus”, completou o prefeito Luiz Dalben.

Continue Reading

Nossa Cidade

Inclusão Social de Sumaré esclarece população para não cair em fake news sobre auxílio emergencial do Governo Federal

Published

on

Preocupada com a repercussão de notícias falsas (fake news), a Secretaria Municipal de Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social da Prefeitura de Sumaré está esclarecendo à população, em especial as famílias em vulnerabilidade social, sobre o andamento do auxílio financeiro emergencial sancionado pelo Presidente da República na noite dessa quarta-feira, 31 de março.

A seleção e o cadastramento dos beneficiários serão realizados pelo Governo Federal exclusivamente de forma digital a fim de evitar aglomerações. O sistema digital que servirá para realizar esse cadastro ainda está em fase de implantação, portanto, não há qualquer cadastramento presencial sendo realizado pela Prefeitura de Sumaré.

O plano de ação da proposta ainda está em fase de implantação e o Município não recebeu, até o momento, qualquer orientação oficial. É importante que o munícipe fique atento às informações falsas que estão circulando nas redes sociais para não cair em golpes cibernéticos.

De acordo com a Secretaria Municipal de Inclusão, outra questão muito importante que deve ser esclarecida é com relação ao pagamento do benefício. Haverá um cronograma que ainda não tem data para começar a ser feito. Todas as informações serão divulgadas à medida que estiverem disponíveis.

“A população não deve procurar por agência da Caixa Econômica, Lotérica, CRAS ou qualquer outro tipo de órgão municipal, principalmente para evitar aglomeração neste momento de enfrentamento ao coronavírus”, reforçou o órgão municipal.

CRITÉRIOS

Pela proposta do Governo Federal, os beneficiários terão um auxílio mensal de R$ 600, durante os próximos três meses. Cada família poderá ter, no máximo, dois beneficiados pelo auxílio. Trabalhadora informal que for mãe e chefe de família terá direito a receber R$ 1,2 mil por mês.

Para receber o auxílio, o beneficiário precisa atender alguns critérios: ter mais de 18 anos; não ter emprego formal; atender critérios de renda familiar; não pode receber benefícios previdenciários, seguro desemprego, nem participar de programas de transferência de renda do Governo Federal, com exceção do Bolsa Família.

Continue Reading