Defesa Civil e equipes do Serviço de Abordagem Social intensificam ações em razão das baixas temperaturas

A Defesa Civil de Sumaré, em conjunto com o Fundo Social de Solidariedade, as secretarias de Saúde e de Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social, além do Departamento de Proteção de Bem-estar animal e Corpo de Bombeiros vão intensificar as ações do SEAS (Serviço Especializado em Abordagem Social), a partir desta terça-feira (17). O projeto, que acontece ao longo de todo o ano, tem o objetivo de oferecer serviço de acolhimento e orientação à população em situação de rua e vulnerabilidade social sobre riscos provocados pela queda das temperaturas. A previsão da Defesa Civil é que a madrugada desta terça para quarta-feira seja uma das mais frias do ano, com mínima estima de 4ºC.

O grupo, de cerca de 30 pessoas, percorrerá bairros da região central, Picerno, Nova Veneza, Matão e Dall’Orto entre 22h e 1h.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil, Demétrius Mateus Moreira, há tanto a preocupação com as pessoas que estejam em situação de rua, que podem sofrer de hipotermia, quanto pessoas em vulnerabilidade que para se aquecer colocam a vida em risco acendendo fogareiros, velas e até mesmo lenha.

“Nosso trabalho consiste principalmente em orientar essas pessoas a não correr o risco de provocar um incêndio, além de orientar as pessoas a procurar abrigo e tentar encaminhá-las para a casa do projeto Resgatar, aberta para acolhê-las. Vamos também distribuir alimento, kits de higiene, cobertores e agasalhos àqueles mais resistentes que não quiserem deixar as ruas”, afirma Moreira. Ele explica que há uma resistência alta por parte de moradores de rua a ir para os abrigos, por não estarem dispostos a cumprirem com as regras do lugar.

Durante o primeiro dia de operação, realizado na noite desta segunda-feira (16), as equipes distribuíram 15 cobertores, 15 marmitas e oito agasalhos.


Devido uma frente fria, a região terá as madrugadas mais geladas do ano ao longo desta semana, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). Sumaré deve atingir mínima de 4ºC. Para esta quarta e quinta-feira a previsão é que as temperaturas fiquem na casa dos 6ºC.

A população pode ajudar acionando o 199 – Defesa Civil, ou 98377-0184 – Serviço Especializado de Abordagem Social, caso presencie ou conheça alguém que necessite de auxílio imediato.

Comitê de Gestão de Situações de Baixas Temperaturas

O grupo é composto por representantes da SMIADS (Secretaria Municipal de Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social), SMSP (Secretaria Municipal de Serviços Públicos), SECOM, (Secretaria Municipal de Comunicação), COVISA (Coordenação de Vigilância em Saúde), GCM (Guarda Civil Municipal), Secretaria de Saúde, SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil e foi criado por meio de decreto, pelo prefeito Luiz Dalben, para minimizar os impactos do frio entre pessoas em situação de vulnerabilidade.

As abordagens sociais e orientações sobre cuidados exigidos pela queda brusca na temperatura, prevista já para esta semana, será intensificada. Equipes da Administração Municipal distribuirá ainda agasalhos cobertores, alimentação e kit de higiene à população em situação de rua nos períodos noturnos e aos finais de semana, especialmente a pessoas que desejam permanecer nas ruas e que ficam mais vulneráveis e expostas ao frio.