quarta-feira, Maio 23

Em mutirão regional de combate ao Aedes, mais de 1.600 casas são visitadas em Sumaré

Sumaré, 29 de janeiro de 2018

 

Com 1.609 casas visitadas, a Prefeitura de Sumaré participou no último sábado, dia 27 de janeiro, do 3º Mutirão Regional de Combate ao Mosquito Aedes aegypti, promovido pela EPTV. Trinta agentes de Endemias e Comunitários de Saúde percorreram os bairros Nova Esperança, Jardim Denadai e Jardim Calegari durante toda a manhã, identificando possíveis criadouros do mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus, e também orientando a população sobre os cuidados para combater o Aedes.

Do total, 1.031 imóveis foram trabalhados pelos agentes (cerca de 64%), 568 estavam fechados (35,3%) e no restante, 10 casas ou 0,6%, houve recusa dos moradores para receber os agentes. Os bairros visitados estão localizados na região da Área Cura de Sumaré, onde foi identificado o maior nível de infestação larvária durante a coleta de amostras para o Índice de Breteau, realizada no início do mês.

A Secretaria de Serviços Públicos participou da ação, coletando os materiais inservíveis que possam acumular água e servir de criadouro para o mosquito. Somente no último sábado, cerca de 7 toneladas deste tipo de objeto foram recolhidas.

“A população foi, mais uma vez, bastante participativa, o que se pode comprovar com o baixo índice de recusas que tivemos nesta última ação. Que todos continuem fazendo a sua parte, colaborando com o trabalho dos agentes, eliminando criadouros, limpando seus quintais e não jogando entulho em locais públicos”, incentivou a superintendente de Vigilância Epidemiológica de Sumaré, Denise Barja.

A parceria com a EPTV garantiu a divulgação das ações realizadas pelos municípios de todas as regiões com cobertura pela emissora (Campinas, Ribeirão Preto, Central e Sul de Minas), com amplo destaque na programação, além de oferecer material informativo sobre o mutirão. A ação teve ainda o apoio do GVE (Grupo de Vigilância Epidemiológica da região) e da Sucen (Superintendência de Controle de Endemias do Estado).

“A união de esforços entre o Poder Público, iniciativa privada e sociedade rendeu, novamente, bons resultados. Apesar de índices bastante satisfatórios em 2017, quando houve queda drástica de mais de 85% nos casos confirmados de dengue em Sumaré – 59 registros contra 456 em 2016 –, o trabalho não deve parar. Novos mutirões serão agendados e, vamos juntos, vencer essa batalha contra o Aedes aegypti”, completou o prefeito de Sumaré, Luiz Dalben.

 

BALANÇO

A Prefeitura de Sumaré vem realizando mutirões contra o Aedes aegypti desde o início do ano passado, com o objetivo de combater criadouros e conscientizar a população sobre a importância da prevenção às arboviroses – dengue, chikungunya, zika vírus e, ainda, a febre amarela urbana. Até o momento, mais de 92 mil casas foram trabalhadas preventivamente em todas as regiões da cidade. Durante os mutirões e em outras ações de manutenção e limpeza realizadas, a Secretaria de Serviços Públicos recolheu cerca de 80 mil toneladas de lixo e entulho.