Em reunião com a Acias, secretário de Mobilidade anuncia ajustes no estacionamento rotativo

A Acias (Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Sumaré) realizou uma reunião nesta terça-feira, 12, para discutir e apresentar sugestões de melhorias no serviço de estacionamento rotativo da cidade. Participaram do encontro o secretário municipal de Mobilidade Urbana e Rural, Roberto Vensel, diretores da Acias, comerciantes, empresários e moradores da cidade. Na semana passada, a Acias já havia solicitado ao Consórcio Zona Azul Sumaré, responsável pelo estacionamento rotativo na cidade, providências para melhorar o funcionamento do serviço.

As principais dificuldades apresentadas na reunião de ontem foram com relação ao número de agentes responsáveis pela venda de tíquetes. De acordo com o secretário, o número de monitores já foi ampliado e os pontos de vendas também. Vensel explicou que inicialmente as vendas demoravam mais porque os motoristas tinham dúvidas com relação ao sistema. “Hoje, como os motoristas já entendem o funcionamento, as vendas estão mais rápidas e com isso os monitores conseguem circular com mais agilidade pelos pontos que têm estacionamento rotativo”, comentou. O secretário informou que os pontos de venda serão sinalizados para facilitar a localização dos motoristas que optarem pela compra do tíquete nos estabelecimentos comerciais.

Na reunião, Venzel informou ainda que haverá uma remodelação no projeto de implantação. Algumas ruas que estavam previstas para ter o estacionamento rotativo (na fase 3) não terão mais a zona azul. O estacionamento rotativo deve ser implantado apenas até a Rua Máximo Biondo.

O presidente da Acias, Felipe Alberto Verza Ferreira, reforçou que a associação continuará colaborando com a divulgação das informações referentes ao estacionamento rotativo, principalmente com relação ao funcionamento do aplicativo. A Acias também incentivará o credenciamento de novos estabelecimentos para a venda dos tíquetes.

O sistema de estacionamento rotativo foi implantado em dezembro do ano passado.  Funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, e aos sábados das 9h às 13h. O valor cobrado é de R$ 1,00 a cada hora. Os motoristas têm dez minutos de tolerância. O período de gratuidade, inclusive, pode ser solicitado pelo motorista, através do aplicativo, conforme explicou o secretário. “O motorista consegue registrar a gratuidade pelo próprio aplicativo e assim pode usufruir dos dez minutos de tolerância sem preocupação”, disse.


Os tíquetes do estacionamento podem ser adquiridos nas lojas credenciadas, com os monitores que circulam pelas ruas, na sede do consórcio, localizada na Rua Ipiranga, 588, Centro, e também através do aplicativo Vaga Legal. A Acias também é um ponto de venda dos tíquetes.