Connect with us

Geral

Expoflora utiliza mais de 200 mil vasos de flores na exposição e nos jardins para receber visitantes

Published

on

O título de maior exposição de flores e plantas ornamentais na América Latina não é concedido por acaso para a Expoflora. Seu parque, de 250 mil m², tem flores por todos os lados: nos canteiros e jardins, nas árvores, nos postes de iluminação. Estão, também, na Exposição de arranjos florais, na Mostra de paisagismo e decoração e nos carros alegóricos da Parada de flores. Somadas, chegam a 230 mil em vasos e 270 mil em hastes. O evento – que atrai turistas de todo o Brasil – abre ao público na próxima sexta-feira, dia 30 de agosto, em Holambra, a 140 quilômetros da capital paulista.

Para qualquer lado que se olhe lá estão elas – as flores – oferecendo um show de cores, beleza, texturas e tamanhos, e demonstrando a possibilidade de utilização em jardins, dentro de casa e na decoração de eventos. Com o objetivo de apresentar ao público de todo o Brasil quais são as flores e plantas ornamentais que estarão disponíveis na primavera/verão, a Expoflora abre seu parque, em Holambra, para a maior exposição da América Latina.

O evento acontece entre os dias 30 de agosto e 29 de setembro (de sexta a domingo, das 9h às 19h). Holambra está localizada no interior paulista, próximo a Campinas, e a apenas 140 quilômetros da capital. Os ingressos custam R$ 52,00 e são vendidos nas bilheterias, no site www.ingressorapido.com.br e com os representantes informados no site www.expoflora.com.br.

Canteiros mais que floridos

Nos canteiros e jardins há cerca de 18 mil vasos de flores, entre sunpatiens, bromélias, orquídeas, cúrcumas, angelônias, hibiscos, dipladenias, pentas, antúrios, petúnias, bromélias, amaryllis, rosas, onze horas, coleus, lavandas, lírios e tuias.

Lançamentos e novidades em flores, como begônias e lírios “dupla face”, petúnias que parecem pintadas à mão, samambaias azuis, angelônias, portulacas, gynuras, pagodas, asplênios, pineas, verônicas e limoniuns coloridos estarão em exibição na Exposição de arranjos dos artistas florais e decoradores Jan Willem van der Boon e Jessica Drost que, no comando de uma equipe de 22 pessoas, assinam 12 cenários em uma área de 750 m². Eles estimam o uso de aproximadamente 2.000 mil vasos de flores e 272 mil hastes de mais de 3.500 variedades de cerca de 300 espécies diferentes para, por meio de arranjos de todos os tamanhos, contar sobre os costumes e a tradição holandesa.

Já nos 19 ambientes da Mostra de paisagismo e decoração foram plantados 7.500 vasos de flores e folhagens. Sob a coordenação da arquiteta Karina Taccola, os profissionais criaram jardins, quintais, varandas, salas de estar e espaços gourmets, entre outros, privilegiando o reuso de materiais. A ideia é também resgatar a memória e aliá-la às modernas soluções tecnológicas para garantir melhor qualidade de vida.

Carros alegóricos

Na Parada das Flores, são três carros alegóricos decorados pela artista floral Stans Scheltinga. O carro Ecoflora apresenta um moinho de vento em movimento rodeado por cerca de 400 orquídeas. O carro dos produtores de rosas das Cooperativas Veiling Holambra e Cooperflora traz o Leão Real, personagem do evento, em meio a mais de 2 mil hastes de rosas das mais diversas variedades e cores. E o carro da Cooperativa Veiling, representando cerca de 400 produtores de Holambra, mostra o casal de fazendeiros, ícone das porcelanas azuis de Delft, cercado por 200 vasos de flores diversas e arranjos com cerca de 300 hastes.

Somente nessas atrações as flores e plantas ornamentais, somadas, chegam a 230 mil em vasos e 270 mil em hastes. Mas não acaba aí. Para cada Chuva de pétalas são necessários 150 quilos de pétalas, que correspondem a 800 dúzias ou 18 mil botões de rosas. Em 15 dias de evento, são cerca de 270 mil botões de rosas despetaladas uma a uma. As flores são fornecidas por 25 produtores de Holambra e são guardadas em uma câmara fria especial para que as pétalas não murchem. Diz a tradição que quem consegue pegar uma pétala ainda no ar tem o seu desejo realizado.

Para as compras, o Shopping das flores oferece aproximadamente 380 diferentes variedades de flores e plantas ornamentais, das mais distintas cores e tamanhos. Tem, ainda, o Passeio turístico, que consiste em um city tour pela cidade de Holambra e uma visita a uma fazenda produtora de flores. Nessa fazenda, o visitante conhece como é a produção em estufas e pode caminhar por entre as flores do campo e tirar fotos em canteiros com painéis interativos. Nesses canteiros estão plantados crisântemos, tuias holandesas, sunpatiens, amarylllis e, também, girassóis. Os ingressos custam R$ 25,00 por pessoa. As saídas acontecem a cada 15 minutos, próximo ao palco das Rosas, dentro do Parque da Expoflora.

Outras atrações

Mas nem tudo são apenas flores no Parque da Expoflora. Entre as atrações também estão as danças típicas e a gastronomia holandesa, além de parque de diversões, minissítio e visita ao Museu de Holambra. No parque da Expoflora, grande parte da área é coberta para conforto dos visitantes.

A Expoflora é realizada entre agosto e setembro para dar as boas-vindas à primavera. Trata-se da maior exposição de arranjos florais da América Latina, promovida em Holambra, antiga colônia holandesa e hoje um município de 15 mil habitantes que responde por quase a metade de todo o comércio brasileiro de flores e plantas ornamentais. O evento tem o patrocínio da Amstel, Coca-Cola Femsa, Água Mineral Crystal e Ultragaz, com o apoio do Banco do Brasil e da Prefeitura Municipal da Estância Turística de Holambra.

Serviço
38ª Expoflora
Localização: Holambra – SP
Data: 30 de agosto a 29 de setembro de 2019, de sexta a domingo
Horário: das 9h às 19h
Ingressos: R$ 52,00 na bilheteria, no site www.ingressorapido.com.br e com os representantes informados no site www.expoflora.com.br
Ingressos para grupos: (19) 3802-1499 / 98115-1294 / 98114-9783 / 98168- 3600 e centraldereservas@expoflora.com.brlaercio@expoflora.com.br e reservas@expoflora.com.br.
Informações para o público: (19) 3802-1421 

Geral

Viaduto dos Amarais em Campinas é demolido

Published

on

A Concessionária Rota das Bandeiras realizou no fim de semana (25 e 26/4) a demolição do antigo viaduto dos Amarais, no km 143 da rodovia D. Pedro I (SP-065) Campinas (SP).

De acordo com a Concessionária foram gerados 4,5 mil toneladas de ferro e concreto e o material foi enviado para uma usina de reciclagem.

Para fazer o transporte, foram necessárias 130 viagens de caminhões.

Continue Reading

Geral

Brasil registra 114 mortes e 3.904 casos confirmados de coronavírus

Published

on

Todos os estados registraram casos e dez apresentaram óbitos: AM, CE, PE, PI, RJ, SP, GO, PR, SC e RS

Subiu para 3.904 os casos confirmados de coronavírus no Brasil. O número de óbitos também aumentou para 111.

De acordo com informações repassadas pelos estados ao Ministério da Saúde, até as 16h deste sábado (28), as mortes estão localizadas nos estados do Amazonas (1), Ceará (4), Pernambuco (5), Piauí (1), Rio de Janeiro (13), Goiás (1), Paraná (2), Santa Catarina (1) e Rio Grande do Sul (2). São Paulo continua registrando o maior número de casos e de mortes, são 84 óbitos no estado. Para manter a população informada a respeito dos casos e óbitos, o Ministério da Saúde atualiza diariamente os dados na plataforma de dados do coronavírus.

O painel traz as informações e permite uma análise do comportamento do vírus com o passar do tempo, além de um gráfico de dados acumulados apontando a curva epidêmica da doença. A plataforma está disponível para livre acesso no endereço: covid.saude.gov.br

IDUF/REGIÃOCONFIRMADOSÓBITOS 
NN% 
NORTE184 (4,7%)10,5% 
1AC25 
2AM11110,9% 
3AP4 
4PA17 
5RO6  
6RR12 
7TO9 
NORDESTE624 (16,0%)71,1% 
8AL14 
9BA128 
10CE31440,3% 
11MA14 
12PB14 
13PE6857,3% 
14PI1119,1% 
15RN45 
16SE16 
SUDESTE2.222 (56,9%)974,4%
17ES53
18MG205
19RJ558132,3%
20SP1.406846,0%
CENTRO-OESTE360 (9,2%)10,3%
21DF260
22GO5610,6%
23MS31
24MT13
SUL514 (13,2%)51,0%
25PR13321,5%
26SC18410,5%
27RS19721,0%%
BRASIL3.9041142,8%
Continue Reading

Geral

Brasil registra 6 mortes por Coronavírus

Published

on

Subiu para seis o número de mortes em decorrência ao coronavírus, causador da Covid-19. Nesta quinta-feira (19/03), o governo do Rio de Janeiro confirmou dois óbitos.

O Ministério da Saúde já havia contabilizado quatro mortes em São Paulo. Os registros fluminenses ainda não entraram no cálculo do governo federal.

Somente nesta quarta-feira (18/03) três mortes foram registradas. As vítimas são homens, com problemas de saúde e idades de 65, 81 e 85 anos. Todos foram atendidos em hospital privado da capital paulista.

O primeiro caso no Brasil de morte de pessoa infectada pelo novo vírus foi confirmado nesta terça-feira (17/03) em São Paulo.

Mortes desta quinta

Segundo a Secretaria de Saúde fluminense, a prefeitura de Miguel Pereira informou que uma mulher de 63 anos morreu. Ela era diabética e hipertensa, o que agrava o quadro de Covid-19.
A mulher apresentou sintomas no último domingo (15/03) e foi hospitalizada na segunda-feira (16/03). Ela morreu nessa terça-feira (16/03).

De acordo com as investigações das autoridades de saúde, ela teve contato com paciente confirmado que viajou ao exterior.

O paciente morreu na última terça-feira (17/03). Ele contraiu a Covid-19 do enteado, que havia chegado de uma viagem ao Estados Unidos.

Uma segunda morte foi registrada em Niterói. O homem de 69 anos estava internado em um hospital público.

Continue Reading