Connect with us

Nossa Cidade

Fim da tarifa mínima de água e esgoto

Published

on

Em sessão realizada nesta sexta-feira, dia 06 de janeiro, os vereadores aprovaram por unanimidade o projeto de Lei nº 01 de 2017, que dispõe sobre o fim da cobrança da tarifa mínima de 10 m³ de água e esgoto. Esta foi a primeira matéria enviada ao Legislativo pelo novo prefeito, Luiz Dalben, e o vice Henrique Stein Sciascio (conhecido como Henrique do Paraíso). Além do fim desta cobrança, a lei também estipula o fim da instalação de mais de um hidrômetro em um mesmo lote, sem a devida autorização do proprietário.

“A gente acredita que o cidadão deve pagar somente por aquilo que consome. Não é justo que o povo de Sumaré pague a tarifa mínima, sendo que, muitas vezes, não chega a utilizar os 10 metros cúbicos. Além disso, a Odebrecht Ambiental não vem oferecendo um serviço de qualidade ao cidadão. Somos contra a concessão e estamos cumprindo nosso compromisso de campanha em relação ao que a Odebrecht vem realizando”, justificou o prefeito, Luiz Dalben.

Atualmente, todos os meses, os sumareenses têm que pagar a tarifa mínima de 10 m³, mesmo que tenham consumido menos que essa quantidade. Para o vice-prefeito, Henrique do Paraíso, “esta cobrança excessiva até incentiva o desperdício de água pelo cidadão, que não vai se esforçar para economizar água sabendo que no fim do mês será cobrado, mesmo se não consumir os 10 metros cúbicos”, afirmou.

A Lei nº 01 de 2017 estipula que, a partir de agora, a tarifa mínima cobrada pela Odebrecht Ambiental não poderá exceder o volume de 5 m³ de consumo de água, esgoto e tratamento. A antiga gestão concedeu o aumento da cobrança da tarifa mínima de 5 m³ para 10 m³.

A Lei aprovada nesta sexta-feira também dispõe sobre o fim da instalação de dois ou mais hidrômetros em um mesmo lote, como a Odebrecht vem fazendo em locais que possuam mais de uma unidade habitacional (por exemplo, casa de frente e dos fundos). A instalação de mais aparelhos só poderá ser feita com aval do proprietário.

Nossa Cidade

Secretaria de Mobilidade da Prefeitura de Sumaré recolhe veículos abandonados na cidade

Published

on

A SMMUR (Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana e Rural) da Prefeitura de Sumaré retirou três veículos abandonados nas vias públicas da cidade. Foram removidos automóveis no Jardim Nova Veneza. Todos os proprietários foram notificados para retirá-los das ruas, porém não cumpriram os prazos determinados.

A ação está em conformidade com a Lei Municipal nº 6.033 de 2018, que autoriza o Poder Executivo Municipal a recolher carros abandonados nas vias públicas e terrenos baldios.

Só é permitido guinchar automóveis sem notificação prévia caso o mesmo esteja estacionado de maneira irregular ou atrapalhando o trânsito.

“Além de gerar poluição visual, os veículos abandonados podem servir de criadouros para o mosquito da dengue e geram insegurança para os moradores da vizinhança. Por isso, temos intensificado a fiscalização, a fim de garantir mais qualidade de vida aos munícipes”, explicou o prefeito Luiz Dalben.

Os veículos recolhidos são encaminhados para o Pátio que presta serviços ao município. O proprietário que quiser reaver o automóvel deve comparecer pessoalmente ao local, com documentação em dia, além de realizar o pagamento do guincho e da estadia.

Denúncias sobre veículos abandonados nas vias públicas podem ser feitas pelo 156 ou 0800-772-7722.

Continue Reading

Nossa Cidade

Defesa Civil e Saúde de Sumaré orientam população sobre baixa umidade do ar

Published

on

Com a umidade relativa do ar (UR) na casa dos 32% essa semana, a Defesa Civil de Sumaré mantém o estado de atenção e orienta os moradores para alguns cuidados necessários durante os meses de estiagem, que pode representar mais riscos para a saúde da população, principalmente para as pessoas que têm problemas respiratórios. 

O período da tarde costuma ser o mais crítico, quando são comuns os registros de URs mais baixas. Dor de cabeça, rinites alérgicas, congestionamento e sangramento nasal, garganta seca e irritada, sensação de areia nos olhos, ressecamento da pele são alguns sintomas da “secura” do ar.

E já que não é possível controlar as variações climáticas que afetam o organismo, a Secretaria Municipal de Saúde indica algumas medidas que ajudam a melhorar a qualidade de vida nos dias de tempo mais seco.

Cuidados pessoais:

*Lave as mãos com frequência e evite levá-las à boca, nariz e olhos (precaução que também ajuda a evitar a contaminação por Covid-19);

*Procure manter o corpo sempre bem hidratado. Portanto, beba bastante água mesmo sem sentir sede. Uma boa dica é manter uma garrafinha de água sempre ao alcance. E fique atento à hidratação de crianças, idosos e pessoas enfermas;

*Na hora do lanche ou da sobremesa, prefira frutas ricas em líquidos. Melancia, melão e laranja são bons exemplos;

*Aplique soro fisiológico no nariz e nos olhos para evitar o ressecamento;

*Evite a prática de exercícios físicos entre 10 e 16h;

*Use produtos específicos para a hidratação da pele do rosto e do corpo, pelo menos depois do banho e na hora de deitar;

*Óculos escuros e chapéus também ajudam a se proteger do sol.


Cuidados com o ambiente:

*Mantenha os quartos de dormir umidificados, seja por meio de vaporizadores ou colocando bacias e toalhas molhadas no ambiente;

*Evite a permanência em locais fechados ou com ar condicionado, pois o ressecamento das mucosas aumenta o risco de infecções das vias aéreas;

*Casa limpa e arejada é sinônimo de saúde. O tempo seco aumenta a concentração de ácaros, fungos e da poeira em móveis, cortinas e carpetes;

*Procure não utilizar vassouras para não levantar o pó. Prefira aspiradores ou panos úmidos;

*Ligue os ventiladores de teto para cima. Ligados para baixo, levantam poeira que se mistura no ar que você respira;

*Não queime lixo nem provoque queimadas. É crime e prejudica a saúde de todos!

Continue Reading

Nossa Cidade

Campanha de Vacinação contra Gripe é prorrogada até 31 de agosto em Sumaré

Published

on

Prorrogada até dia 31 de agosto a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. A vacinação ocorre das 8 às 15 horas, em pontos em todas as regiões, em espaços específicos para que não haja aglomeração e nem contato entre as pessoas. A prorrogação do prazo atende orientação do Governo do Estado de São Paulo.

O objetivo é atender a população que faz parte dos grupos de risco para o vírus da gripe, mas que ainda não procuraram pelas unidades de Saúde para receber a dose da imunização. Em Sumaré, a expectativa é aumentar a vacinação de crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas até 45 dias e adultos com idade entre 55 a 59 anos.

Também podem vacinar professores das escolas públicas e particulares, pessoas com deficiência, Melhor Idade acima dos 60 anos, colaboradores da Saúde, pessoas com doenças crônicas não transmissíveis, profissionais das forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional, caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo, jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, profissionais dos Correios e da limpeza urbana, além das pessoas em situação de rua.

Todos devem apresentar a carteira de vacinação. Os pacientes com comorbidades também devem apresentar receita ou laudo médico; motoristas e caminhoneiros devem estar munidos de um comprovante, seja CNH, carteira de trabalho ou holerite.

“Continuamos com a expectativa de aumentar a procura pela vacina em alguns grupos, por isso, a necessidade de atender a orientação do Estado e prorrogar o prazo. É importante que os grupos inseridos na campanha procurem a unidade de saúde de sua região e se protejam. Assim como foi durante todas as fases da campanha, promovemos um esquema especial para tomar a vacina, montado para as pessoas terem contato apenas com os profissionais de saúde”, explicou o prefeito Luiz Dalben.

Confira os locais de vacinação:

Região central:

Local: CS II – Rua Antônio do Valle Melo, 1510, centro

Local: USF Vasconcellos – Rua João de Vasconcellos, 777, Pq. João de Vasconcelos

Local: USF Cruzeiro – Rua 3, 311, Chácara Estrela Dalva

Região SOMA (todas as quintas-feiras)

Local: Rua 1, s/n, Vila Soma

Região da Área Cura

Local: USF Bandeirantes – Rua Josias Macedo Neves, 15, Parque Bandeirantes I

Local: USF Denadai – Rua Luciano Ramos Ayala, 553, Jardim Denadai

Local: USF São Judas – Rua Circular, s/n, São Judas Tadeu

Região do Matão

Local: USF Nova Terra – Rua Carlos Rogério Farias, 315, Jardim Nova Terra

Local: USF Santa Clara – Rua Benedito Teodoro Mendes, 26, Jardim Santa Clara

Local: USF Paraíso – Rua Expedito Vieira Damasceno, 50, Jardim Paraíso

Região do Picerno

Local: USF Picerno – Rua da Saúde, s/n, Jardim Picerno

Região de Nova Veneza

Local: USF Jardim do Trevo – Rua Inácio N. De Moura, 266, Nova Veneza

Local: USF CIS Nova Veneza – Rua Paraíba, 211, Jardim São Francisco

Local: USF Virgílio Viel – Rua Alice Menuzzo Pancote, 294, Virgílio Viel

Região do Maria Antônia

Local: USF Ângelo Tomazin – Rua Gervacina Alves Ferreira, 1.450, Ângelo Tomazin

Local: USF Maria Antônia – Rua Oswaldo Vaccari, 685, Maria Antônia

Local: USF Dall’Orto – Rua Piracanjuba, 95, Jardim Dall’Orto

Continue Reading