Connect with us

Geral

Mega-Sena sorteia hoje prêmio acumulado de R$ 7,5 milhões

Publicado

em

loteria

Mega-Sena sorteia hoje prêmio acumulado de R$ 7,5 milhões

A Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira (10) um prêmio acumulado de R$ 7,5 milhões. As seis dezenas do concurso 2.343 será realizado, a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço Loterias Caixa, localizado no Terminal Rodoviário do Tietê, na cidade de São Paulo.

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), nas casas lotéricas credenciadas pela Caixa, em todo o país ou pelo portal Loterias Caixa e aplicativo Loterias Caixa, disponível para usuários das plataformas iOS e Android.

De acordo com a Caixa, caso apenas um apostador leve o prêmio principal e aplique o valor na poupança, receberá R$ 8,6 mil de rendimento no primeiro mês. O valor da aposta simples, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4,50.

Fonte Agência EBC

Publicidade

Geral

Prefeito de Hortolândia morre aos 65 anos vítima da covid-19

Publicado

em

Por

O prefeito de Hortolândia, Ângelo Perugini, faleceu no início da manhã desta quinta-feira (01), vítima da Covid-19.

Com imenso pesar e muita dor no coração que comunicamos que o prefeito Ângelo Perugini acaba de vir a óbito. Ele lutou como um bravo guerreiro até o último minuto.

Óbito ocorreu agora as 10:15 desta manhã de quinta-feira 01/04.

Perugini estava internado desde 03 de fevereiro em um leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em um hospital da capital paulista, onde lutava pela vida.

No dia 15 de fevereiro, a Câmara dos Vereadores aprovou o afastamento de Perugini e o vice-prefeito, Zezé (PL), assumiu a prefeitura interinamente.

Natural de Jacutinga (MG), Ângelo Perugini foi prefeito de Hortolândia por dois mandatos (2005-2006 e 2007-2012), foi deputado estadual em SP e depois retornou como prefeito de Hortolândia em 2017-2020.

Em 2020 foi reeleito pelos hortolandenses e faria mais um mandato ao lado de Zezé Gomes, que agora assume definitivamente a prefeitura.

Continue Lendo

Geral

Especialista dá dicas para evitar problemas na contratação de empréstimo consignado

Publicado

em

Por

O agravamento da pandemia e o aumento da oferta de crédito consignado devem provocar uma alta na procura por empréstimo. Com a entrada em vigor da medida provisória que amplia de 35% para 40% a margem de empréstimo consignado para segurados do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), servidores público e militares, a projeção do INAF (Instituto Nacional do Agente Financeiro) é que sejam injetados na economia, até o final do ano, cerca de R$ 100 bilhões.

Com juros mais baixos e maior facilidade de contratação, a modalidade é a esperança para muitos brasileiros sufocados pela crise. Mas para evitar que a solução se torne um novo problema, é preciso tomar alguns cuidados na hora de realizar a operação.

A especialista em mercado de crédito Yasmin Melo, também presidente do INAF, faz algumas recomendações para quem está planejando fazer um empréstimo consignado:

1 – Procure saber se o correspondente bancário que está te atendendo é certificado na Febraban (Federação Brasileira de Bancos) ou à Anesp (Associação Nacional dos Profissionais e Empresas Promotoras de Crédito e Correspondentes no País).

2 – Desconfie de liberação de valores muito alto, que ultrapassem a sua margem para empréstimo.

3 – Não faça pagamentos antecipados. As empresas credenciadas não exigem nem um depósito antecipado para liberação do empréstimo. Desconfie. Qualquer pagamento antecipado para liberação de empréstimo consignado é fraude.

4 – Verifique as informações da empresa. Confira o endereço, o telefone e pesquise se a empresa tem reclamações de outros clientes. Lembre-se que por conta da pandemia, muitas empresas adotaram o home oficce. A sugestão é fazer uma chamada de vídeo para conhecer a pessoa e a empresa que estão se atendendo.

Yasmin explica que o crédito consignado é um dos mais baratos e acessíveis à população. “O crédito transforma vidas. E em tempos de crise, como a provocada pela pandemia, com aumento do desemprego e queda na renda, o acesso ao crédito é uma das formas mais rápidas de ajudar o cidadão. O acesso ao crédito permite que ele volte a pagar suas contas e a comprar, movimentando a economia”, afirma. Porém, a especialista ressalta que apesar de todas as vantagens, a modalidade é vista como uma grande vilã do sistema financeiro em função de práticas irregulares cometidas por uma minoria.

Para profissionalizar cada vez mais o setor, o INAF tem realizado capacitações e cursos de treinamento. “A classe de correspondente bancário existe há décadas e vem bancarizando um público até então esquecido pelas grandes instituições. Mas diariamente temos que combater uma insistente campanha instalada contra o setor, além de rebater atos errôneos atribuídos à categoria”, afirma.

O Brasil tem mais de 1,5 milhão de correspondentes bancários, responsáveis por quase 50% do crédito consignado liberado no país.

No segundo semestre deste ano, o INAF vai promover um grande congresso com a participação de representantes do segmento e especialistas ligados ao setor. O objetivo é debater as demandas do mercado de crédito e dar visibilidade para a categoria.

Continue Lendo

Geral

Segue manutenção nas estradas rurais em Sumaré

Publicado

em

Por

As ações visam melhorar o acesso aos bairros e propriedades da zona rural. Alguns trechos apresentam pontos mais críticos por causa dos problemas decorrentes do uso intenso das vias somado às ações das chuvas.

Os trabalhos de recuperação nessa terça (16) ocorreram na Ponte Funda, Três Pontes e Dante Marmirolli. As intervenções garantem condições mais adequadas para o tráfego de veículos, inclusive caminhões que fazem o escoamento da produção agrícola das propriedades localizadas nessas regiões.

“A Administração Municipal tem promovido constantemente benfeitorias nessas estradas. A conservação é importante, já que beneficia agricultores e sitiantes residentes e usuários, ou seja, moradores e trabalhadores da nossa área rural”, explicou o secretário de Serviços Públicos, Aparecido Fernandes.

Bom destacar que além do nivelamento do solo e curvas de nível, com retroescavadeira, rolo compactador (pé de carneiro) e patrol motoniveladora, as equipes utilizam também material reciclado pela Usina Municipal de Processamento de RCCs (Resíduos da Construção Civil). A produção da matéria-prima é usada em serviços de infraestrutura na cidade, inclusive as estradas rurais, e na compactação de solo (que antecede obras de asfaltamento) da área urbana, resultando em economia para o Município.

Continue Lendo