Connect with us

Nossa Cidade

Merenda Escolar de Sumaré terá produtos processados da agricultura familiar

Publicado

em

A merenda escolar servida aos alunos de Sumaré continua cada vez melhor! Além de estar mais saudável, com a linha in natura, a partir deste ano letivo passa a contar também com os produtos processados da agricultura familiar.

Fora as frutas e legumes, os aproximadamente 50 mil alunos das escolas municipais e estaduais da cidade, e de algumas ONG´s – APAE, Pestalozzi e IBQ – terão outras delícias adicionadas ao cardápio: achocolatado em caixinha, barra de cereal e suco de uva.

A Prefeitura de Sumaré, por meio da Secretaria Municipal de Educação, cumpre a uma determinação do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), de que pelo menos 30% dos alimentos da merenda devem ser provenientes da agricultura familiar, ou seja, dos produtores rurais da cidade e região. Ao todo, foram gastos R$ 600 mil nos produtos processados. Já na linha in natura o investimento é de R$ 1 milhão.

“Uma alimentação balanceada é fundamental não só para a saúde das nossas crianças e adolescentes, que passam grande parte do dia nas escolas, mas também para o aprendizado deles. Além de contribuir para a nutrição das crianças, valorizamos a agricultura familiar e a produção rural, gerando emprego e renda aos trabalhadores do campo”, disse o prefeito Luiz Dalben.

Entre os alimentos servidos na merenda estão verduras, legumes, frutas para as sobremesas dos alunos e até sucos naturais. “É uma preocupação do prefeito Luiz Dalben a alimentação adequada dos nossos alunos e nos empenhamos para fornecer uma merenda cada vez mais balanceada e nutritiva.

Contamos com uma Comissão de Alimentação Escolar, que verifica a qualidade do que é ofertado aos estudantes, inclusive, com visita ‘in loco’ aos fornecedores. Os alimentos da agricultura familiar enriquecem o que já oferecemos aos alunos”, explicou a secretária municipal de Educação, Mirela Cia Medeiros. 

O fornecimento dos alimentos in natura é feito pela Cooperativa Agropecuária Dourados e a Coopasul (Cooperativa de Produção e Comercialização Assentamentos de Sumaré); já os processados pelas Cooperativas Nossa Terra e Garibaldi. A Coopasul é formada pelos três assentamentos da cidade, e reúnem mais de 200 produtores rurais. O carro-chefe da produção é a goiaba, banana e hortifruti. A produção tem um escoamento que chega a 30 toneladas por semana.

Nossa Cidade

Sumaré tem uma morte suspeita por Coronavírus

Publicado

em

Por

A Prefeitura de Sumaré informou em sua rede social, no final da tarde desta sexta-feira(27), que uma paciente de 41 anos que estava internada com suspeita de coronavírus veio a óbito.

De acordo com a Secretaria de Saúde de Sumaré a paciente estava em investigação e que não é possível afirmar ainda que a morte é decorrente do coronavírus. O resultado dos exames ainda é aguarda pela administração.

A paciente estava internada no Hospital Estadual e possuía algumas comorbidades, agravando qualquer outra doença.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Prefeitura de Sumaré realiza limpeza com hipoclorito de sódio em pontos estratégicos da Região do Picerno

Publicado

em

Por

A Prefeitura de Sumaré realizou nesta sexta-feira, dia 27 de março, a limpeza com hipoclorito de sódio em pontos estratégicos da Região do Picerno. Com o apoio da Secretaria Municipal de Serviços Públicos, a força-tarefa faz parte das medidas emergenciais para o enfrentamento do Covid-19 (coronavírus) e promoveu a higienização pulverizada em áreas internas e externas de Unidades de Saúde e pontos de ônibus.

A limpeza com hipoclorito de sódio também já foi realizada no Terminal Rodoviário (bancos e piso), UPA Macarenko e ambulâncias, Ambulatório de Especialidades, Velório Municipal, CIS (Centro Integrado de Saúde) Nova Veneza, Centro Administrativo (Seminário), SAMU e outras áreas de maior circulação de pessoas. O cronograma segue nos próximos dias.

“Estamos trabalhando desde janeiro para o enfrentamento do coronavírus. Todo o apoio de bloqueio social por parte dos moradores se faz necessário nesse momento. Aproveito para agradecer a sensibilização de todos que estão empenhados junto com o Poder Público para conter essa pandemia”, disse o prefeito Luiz Dalben.

Desde o início do ano, antes mesmo do primeiro caso ser confirmado no país (no dia 26 de fevereiro), a Prefeitura já estudava um plano de contingência para prevenção da doença, aprovado no dia 4 de fevereiro, quando foram decididos protocolos, entre eles, o treinamento das equipes da Secretaria de Saúde e divulgação das medidas preventivas à população.

Também como forma de tranquilizar e prestar o auxílio necessário aos moradores, por meio do Comitê de Prevenção e Enfrentamento do Coronavírus

Um canal de WhatsApp para atendimento direto à população foi implantado para orientação médica específica sobre a doença. Os três números de WhatsApp (9.8443.0412 – 9.9303.9646 – 9.9299.9493) foram disponibilizados para apoio e orientação aos munícipes, 24 horas por dia, todos os dias da semana. Os moradores enviam mensagens para os telefones e o atendimento está sendo feito por profissionais capacitados que tranquilizam e esclarecem as dúvidas da população.

A cidade não registra casos positivos da doença. De acordo com o último boletim informativo divulgado nessa última quinta-feira, 26, o município contabiliza 87 casos suspeitos em investigação e 2 já descartados.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Prefeitura de Sumaré intensifica fiscalização para limpeza de terrenos baldios

Publicado

em

Por

A Prefeitura de Sumaré intensificou em todo o Município a fiscalização para limpeza de terrenos baldios. A manutenção da área é de responsabilidade do proprietário. Em conformidade com a Lei Municipal 4169/06, a Secretaria de Serviços Públicos emitiu nessa quinta (26) notificações a alguns proprietários de terrenos baldios. Os donos têm prazo de 30 dias para limpar os espaços. Em caso de reincidência terão 7 dias, após a notificação, para executar a limpeza, e o não cumprimento da ordem, ocasionará em multa – no valor de R$ 1.996,00 – que será enviada junto ao carnê do IPTU.

“Orientamos os munícipes a manter os terrenos limpos, pois além da poluição visual, geram insegurança para os moradores da vizinhança, a partir do momento que causam a proliferação de bichos peçonhentos”, explicou o prefeito Luiz Dalben.

Os terrenos devem ser mantidos limpos e roçados. O local deve estar livre de entulhos, lixo de qualquer natureza e animais mortos, entre outros. A manutenção e limpeza de terrenos baldios são de responsabilidade dos proprietários, daí a intensificação da fiscalização por parte do poder público para que a limpeza dos terrenos baldios seja efetuada.

O cidadão pode denunciar pelo 156. Após a reclamação, a equipe de Serviços Públicos da Prefeitura vai ao local para fazer a vistoria. Confirmado o problema, o proprietário é notificado pelo Setor de Fiscalização e tem prazo de 30 dias para regularizar a situação de limpeza do terreno. Em caso de não cumprimento, é multado.

Cidade Limpa Cidade Linda

Bom destacar que o prefeito Luiz Dalben sancionou em maio do ano passado o Selo ‘Cidade Limpa Cidade Linda’, que consiste em uma certificação conferida pela administração municipal a pessoas físicas e jurídicas de direito privado, legalmente constituídas, que colaborarem com a revitalização urbana por meio de ações concentradas de manutenção, limpeza, conservação, reforma, construção e zeladoria urbana.

Essas ações são: manutenção de logradouros, conservação de galerias e pavimentos, retirada de faixas e cartazes, limpeza de monumentos, recuperação de praças e canteiros, poda de árvore, manutenção de iluminação pública, reparo de sinalização de trânsito, limpeza de pichações, troca de lixeiras e reparo de calçadas.

As pessoas jurídicas interessadas em receber o Selo ‘Cidade Limpa Cidade Linda’ deverão no momento da inscrição, anexar documentos fixados no regulamento e apresentar plano de trabalho constando a descrição dos bens e a previsão do prazo de realização dos serviços, bem como estimativa de gastos com o custeio das ações.

Continue Lendo