policia

Mulher é presa em Sumaré depois de maltratar bebê de 1 mês

Na noite de sexta-feira (01), equipe acionada via COPOM para atendimento de ocorrência de maus tratos, pelo local contato com a testemunha que declarou estava dentro de casa quando ouviu choro de bebê, e ao sair para verificar avistou a agressora rasgando o lixo, e brigando com o bebê para parar de chorar, dando socos na cabeça do recém-nascido e quando os vizinhos pediram para parar, ela respondeu de forma ríspida e agressiva que estava procurando a chupeta e ameaçou a todos dizendo “vocês me pagam”.

A testemunha apontou o local onde a genitora estava pelo bairro Jardim Santa Eliza em Sumaré, os policiais então foram até o local e fizeram contato com a genitora que ao ser indagada negou ter batido no bebê. Ela estava alterada, respondendo de forma ríspida e arrogante, usou palavras de baixo calão dizendo que não tinha medo de policiais e que se fosse preciso bateria em todos.

O bebê de apenas 01 mês foi encaminhado até o CIS do jardim Nova Veneza, onde a doutora constatou os maus tratos. Diante do fato a genitora foi conduzida até a Delegacia, onde permaneceu à disposição da justiça.