“Mulher Labirinto”: cerca de 200 mulheres sumareenses participam de ação educativa que visa prevenir o câncer de ovário

O que uma silhueta pode dizer sobre a saúde da mulher? Pensando em incentivar o público feminino a conhecer e cuidar do próprio corpo, a Prefeitura de Sumaré, por meio do Fundo Social de Solidariedade (Funssol), em parceria com o Grupo SOnHe (Oncologia e Hematologia), trouxe para a cidade a “Mulher Labirinto”. No sábado (25), a estrutura interativa passou pela BEM (Base de Excelência da Mulher) com a finalidade de alertar sobre a prevenção do câncer de ovário.

A presidente do Funssol Sumaré, dona Mara Dalben, acompanhada do secretário municipal de Saúde, Rafael Virginelli, recebeu o doutor André Sasse e Renata Sasse, representantes do Grupo SonHe, que lidera a ação educativa.

“O que a gente quer com esta campanha é fazer com que a mulher se conheça por inteiro! E quando tiver alguma alteração específica como, por exemplo, uma dor abdominal contínua ou uma distensão do abdômen, cansaço, dificuldade de se alimentar, procure o ginecologista e não deixe de fazer o acompanhamento pelo menos uma vez por ano.”, explicou a diretora do grupo SOnHe, Renata Sasse. O câncer de ovário é uma doença silenciosa, que não apresenta sintomas em suas fases iniciais e que, a cada ano, atinge mais de 300 mil mulheres no mundo.

A campanha utiliza, de forma lúdica, uma estrutura de metal que representa o corpo feminino, com 1,60 metros de altura, para chamar a atenção das mulheres para o conhecimento e cuidados com o próprio corpo. Por meio deste suporte, as participantes puderam interagir e obter informações sobre o câncer de ovário. Antes da BEM, a “Mulher Labirinto” esteve nas feiras noturnas do Maria Antonia (dia 23) e do Matão (24), conscientizando as mulheres destas regiões. No total, cerca de 200 mulheres sumareenses participaram da ação educativa.

“O nosso objetivo com esta parceria é incentivar o público feminino a visitar regularmente o médico ginecologista e realizar os exames preventivos. Agradecemos ao Grupo SOnHe por esta oportunidade enriquecedora, que possibilita o acesso à informação responsável, difundindo o conhecimento científico de forma leve e simples, auxiliando a mulher sumareense no diagnóstico precoce do câncer de colo de ovário e aumentando as chances de cura para a doença”, disse a presidente do Funssol Sumaré, dona Mara Dalben.


O Grupo SOnHe reúne oncologistas e hematologistas que fazem atendimento oncológico no Hospital Santa Tereza, Radium Instituto de Oncologia e Madre Theodora, três importantes centros de tratamento de câncer em Campinas, e na Santa Casa de Valinhos.