BRK

Obra de desassoreamento da represa do Horto I, em Sumaré, tem avanço de 62%

Ação é importante para melhorar a qualidade da água do manancial e aumentar a capacidade de armazenamento e reservação de água bruta do município

Com o objetivo de aumentar a capacidade de armazenamento de água da represa do Horto I, a BRK, concessionária responsável pelos serviços de água e esgoto de Sumaré, executa, desde outubro de 2021, uma obra de desassoreamento no local. A intervenção já tem avanço de 62%. 

A represa é um dos mananciais responsáveis por enviar água bruta para a ETA I, estação de tratamento de água localizada na Vila Menuzzo e que abastece 30% da cidade.

A obra envolve quatro etapas: dragagem, desaguamento, transporte e destinação. Elas são executadas simultaneamente e a previsão é que sejam feitos seis ciclos considerando tais etapas. Até o momento já foram realizados dois ciclos e o terceiro está sendo iniciado. 

A dragagem consiste em retirar os resíduos da represa e colocar em “piscinas” que são chamadas de células. Nestas células é feito o desaguamento do resíduo com o auxílio de polímeros que facilitam o processo para separar a água do material sólido retirado da represa. Após o desaguamento, é feito o transporte e a destinação desses resíduos para um aterro sanitário controlado.


“O desassoreamento tem como principal objetivo melhorar a qualidade da água da represa, além de garantir um aumento da capacidade de armazenamento e reservação de água bruta, proporcionando uma maior garantia da segurança hídrica para o município em períodos de estiagem.”, explica Rodrigo Zangirolami, gerente de operações da BRK. 

Com a conclusão da obra, que está prevista para ocorrer no início do segundo semestre de 2022, a previsão é que 80 mil moradores sejam beneficiados.