Prefeitura de Sumaré inaugura Escola Municipal Residencial Santa Joana, região da Área Cura

escola-sumar

A Prefeitura de Sumaré inaugura nesta sexta-feira, dia 9, às 10 horas, a Escola Municipal Residencial Santa Joana, região da Área Cura. A nova unidade escolar fica na rua Maria Augusta Lopes Pinto, 1090, Residencial Santa Joana, implantada no entorno dos condomínios do programa Minha Casa Minha Vida com recursos federais oriundos do programa FAR (Fundo de Arrendamento Residencial), por intermédio do deputado Dirceu Dalben.

Com uma área de 1.323,11 m², a escola tem capacidade para 250 crianças do Ensino Fundamental I. São seis salas de aula, playground, sala de atividades, sala multiuso e quadra coberta.

“A nova escola é um pedido antigo da população e, com grande alegria, entregamos o prédio totalmente novo, amplo, moderno e confortável, ampliando o número de vagas para nossas crianças. Os investimentos na educação de Sumaré são constantes. As unidades escolares estão recebendo reformas e manutenções, novos equipamentos e mobiliários, novas quadras, e todas as salas de aula agora possuem ar condicionado e lousa digital. Estamos empenhados em oferecer uma educação eficaz e com qualidade e cada vez mais aprimorada. Trabalhamos com dedicação para oferecer um ensino de qualidade aos nossos alunos. É a educação que transforma a sociedade”, disse o prefeito Luiz Dalben.

Esta é a segunda escola entregue em quinze dias. No fim de janeiro, foi inaugurada a Escola Municipal Jardim das Estâncias, região do Matão. A escola tem uma área de 3.228,08 m² e tem capacidade para 420 alunos do Ensino Fundamental I. São 7 salas de aula, biblioteca, auditório, laboratório de informática e quadra coberta.

Desde 2017, a Educação de Sumaré tem recebido investimentos. A cada ano, os alunos recebem kits de material e uniforme escolar. A Prefeitura também implantou novos playgrounds inclusivos nas escolas municipais. Os parquinhos contam com gangorra, parque infantil integrado e balanço, totalmente adaptados para a diversão de todos os alunos logo no início do ano letivo. E os alunos do primeiro ao novo ano do Ensino Fundamental têm uma nova disciplina: serão as aulas de robótica, para a alfabetização através desse tema. Os alunos receberam um kit com robô, peças e plataformas para a construção de protótipos e estruturas, chamando a atenção dos estudantes para a educação e estimulando a criatividade.


Foram criadas mais 2.900 vagas do Ensino Infantil à Graduação, foram instalados aparelhos de ar condicionado em todas as salas de aula e dependências das escolas, foram implantados na cidade polos da FATEC, ETEC e Univesp, além da entrega anual de kits de material e uniforme escolar.  As escolas municipais São Judas Tadeu, região da Área Cura, e na EM Magdalena Maria Vedovatto Callegari, região do Maria Antônia, contam com Ensino em Tempo Integral, como um projeto piloto. O cardápio da merenda escolar foi readequado, além da introdução de alimentos da agricultura familiar. E novas escolas estão em construção.

E o projeto Jovem Empreendedor foi implantado em 100% das salas de aula municipais, beneficiando cerca de 17 mil alunos do Fundamental I e II, Ensino Médio e EJA (Educação para Jovens e Adultos). Os professores receberam uma capacitação específica para passar o conhecimento aos alunos com a finalidade de disseminar a cultura empreendedora e orientar para o plano de negócios, de maneira a estimular os comportamentos empreendedores entre crianças e adolescentes, incentivando-os à prática do empreendedorismo e o protagonismo juvenil.

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS
Compartilhar no Facebook