Prefeitura de Sumaré intensifica ações de combate à dengue

 

Sumaré, 20 de maio de 2019

 

Sumaré segue trabalhando no combate à dengue. Nesta manhã, dia 20, o prefeito Luiz Dalben se reuniu com a superintendente em Vigilância em Saúde, Denisa Barja, vice Henrique Stein e deputado Dirceu Dalben para dar continuidade às estratégias e ações contra ao mosquito Aedes Aegypti. De acordo com o último boletim epidemiológico, a cidade registra 675 casos de dengue até o momento.

As equipes de Controle de Vetores intensificaram o trabalho casa a casa, vistoriando os imóveis e orientando os moradores sobre os cuidados necessários para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti e eliminar criadouros. A Prefeitura ressalta que é importante que a população permita o acesso dos agentes às residências. A lei municipal nº 6148/2019 prevê notificação e multa caso o proprietário ou responsável recuse, por duas vezes consecutivas, o recebimento da visita dos agentes de controle de endemias. Além disso, caso o imóvel esteja fechado em em todas as tentativas de visita, o mesmo ficará sujeito à intervenção da autoridade competente. Caso o imóvel fechado seja de responsabilidade de imobiliárias ou construtoras, os responsáveis devem possibilitar a entrada da autoridade municipal para a realização da inspeção.

“Os casos de dengue aumentaram na nossa região e, desde o ínicio do ano, intensificamos as ações de combate à doença e buscamos conscientizar os moradores. Pedimos a colaboração da população no combate ao mosquito. Solicitamos que os moradores e proprietários permitam o acesso dos nossos agentes aos imóveis e adotem todas as medidas necessárias para evitar a proliferação do Aedes. É muito importante que os moradores não descuidem e mantenham atenção constante em seus quintais, eliminando materiais que possam acumular água e servir de criadouro para o mosquito. Também reforçamos a importância da destinação correta de resíduos, evitando o descarte irregular de lixos e entulhos em terrenos baldios, áreas verdes, ruas e calçadas. Somente juntos poderemos vencer essa batalha: cuidando do nosso próprio quintal e também da nossa cidade”, disse o prefeito Luiz Dalben.

A cidade também recebeu os serviços de nebulização. Este ano, a ação de bloqueio já foi realizada em 20 localidades, em bairros que têm registrado maior quantidade de casos suspeitos de dengue. No dia anterior à aplicação do “fumacê”, os agentes percorrem os imóveis verificando os quintais, aplicando larvicida quando necessário e orientando os moradores para a eliminação de materiais que possam servir de criadouro ao Aedes aegypti. No dia seguinte, o inseticida é aplicado nos quintais dos imóveis, em construções, terrenos baldios, entre outros, para combater os mosquitos adultos.

Além disso, a Secretaria de Serviços Públicos segue mobilizada para manter a cidade limpa, realizando, inclusive, mutirões aos sábados. A pasta também já recolheu mais de 120 mil toneladas de resíduos descartados irregularmente em toda a cidade em 2017 e 2018. Já a SMMUR (Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana) trabalha com a fiscalização e recolha de veículos abandonados no município, que podem se tornar criadouros do mosquito. Para combater o avanço da dengue, as secretarias de Educação e Comunicação Social ainda reforçam as ações de conscientização nas escolas e junto à comunidade.