Connect with us

Nossa Cidade

Prefeitura de Sumaré monta força-tarefa para atendimento às famílias do Três Pontes

Publicado

em

Desde a última segunda-feira (13), equipes da Prefeitura de Sumaré estão mobilizadas para atender às famílias atingidas pelos alagamentos provocados pela cheia do Ribeirão Quilombo. O rio recebeu uma grande quantidade de água oriunda das chuvas na região e, em pontos isolados da cidade, ocorreram transbordamentos, especialmente na área verde Três Pontes. Entretanto, no final da tarde de ontem (13), o nível do rio já tinha voltado ao normal e, aos poucos, as famílias já estão retornando para as casas.

Por orientação do prefeito Luiz Dalben, diversas secretarias municipais estão mobilizadas numa verdadeira força tarefa visando prestar todo o atendimento necessário à população. Por precaução, 12 famílias passaram a noite de segunda-feira na EM Antônio Palioto, onde a Prefeitura instalou “ponto de apoio” aos moradores, oferecendo alimentação, colchonetes, roupas da “Boutique Solidária” – projeto do Fundo Social de Solidariedade – e kits de higiene pessoal.

“Toda a equipe está mobilizada e empenhada em prestar o melhor atendimento a essas famílias para que, rapidamente, possam retomar a vida em suas casas. O trabalho de orientação aos moradores continua, assim como o monitoramento ininterrupto do Ribeirão Quilombo pela nossa Defesa Civil”, disse o prefeito Luiz Dalben.

 Na terça-feira (14) bem cedo, uma equipe do Fundo Social de Solidariedade já estava na EM Antônio Palioto para preparar a refeição da manhã para as famílias. Teve café, leite, pão, bolachas, suco, achocolatados e frutas, servidos para 30 pessoas. Por volta das 11h30, teve almoço com cardápio variado, saladas e frutas.

 A atenção também esteve voltada aos animais de estimação que receberam ração, água e outros cuidados especiais. O atendimento aconteceu na EM Palioto e em campo, na região das moradias.

 A Defesa Civil iniciou a operação limpeza, ou seja, um trabalho pós-alagamento, com visitas aos locais que foram afetados e a distribuição de kits com produtos de limpeza.

A Prefeitura de Sumaré não mede esforços para encontrar soluções para as situações das cheias do rio Quilombo, principalmente nas regiões historicamente afetadas. Há três meses, por meio da Secretaria Municipal de Serviços Públicos, vem reforçando as ações de limpeza do Ribeirão Quilombo e Tijuco Preto, focando nos principais pontos de alagamento. Três máquinas são utilizadas simultaneamente nesse trabalho que contempla especialmente o Jardim Primavera, Vila Diva e Três Pontes.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Zona Azul: Acias acompanha de perto andamento da licitação

Publicado

em

Por

Suspenso desde julho de 2017, estacionamento rotativo é uma necessidade indispensável e tem caráter de urgência

A Acias (Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Sumaré) está acompanhando de perto, junto à prefeitura, o andamento para a retomada do estacionamento rotativo. A movimentação de pessoas e de veículos na região central da cidade é intensa e as vagas para estacionar estão saturadas. A zona azul se faz necessária para solucionar esse problema.

No ano passado, a prefeitura publicou edital de licitação, mas o processo foi impugnado após a abertura dos envelopes. Em dezembro houve a republicação do edital com data para abertura dos envelopes marcada para o dia 10 de janeiro (sexta-feira passada). Seis empresas se interessaram em explorar o serviço.

Semana passada, em reunião com representantes da Prefeitura de Sumaré, o presidente da Acias, Juarez Pereira da Silva, foi informado sobre o andamento do processo de licitação que vai definir qual empresa assumirá o serviço.

“Na última quinta-feira (16) recebemos representantes da prefeitura na Acias que nos informaram sobre a abertura dos envelopes para a análise documental realizada no dia 10 (sexta-feira) e que os documentos foram encaminhados ao departamento jurídico para realizar a análise técnica das empresas que participam do processo de licitação. A expectativa é que este estudo termine na próxima semana”, explicou Silva.

O presidente da Acias lembra que Sumaré é a segunda maior cidade da Região Metropolitana de Campinas, tem um comércio forte e diversificado e a movimentação de consumidores na região central é intensa, gerando empregos, rendas e receitas para a cidade.  O estacionamento rotativo é a solução mais democrática para disciplinar o uso das vagas na região central.  “Infelizmente, não são raros os casos de pessoas que estacionam seus veículos e os deixam o dia todo nas vias públicas, impedido que outras pessoas também utilizem o mesmo espaço. É uma situação que prejudica consumidores e também o comércio”, observa.

Atualmente o controle de estacionamento na região central é realizado apenas de forma paliativa, pela prefeitura, durante o período de compras de final do ano.  “Esse paliativo no final dos últimos três anos não mais atende aos anseios dos empresários, consumidores e usuários dos diversos serviços que a região oferece. Isso reforça a real necessidade do estacionamento rotativo”, ratifica Silva.

Desde a suspensão do estacionamento rotativo, a Acias tem cobrado a prefeitura em busca de uma solução para esta questão e participa ativamente das reuniões do projeto para a reativação do serviço. Em agosto do ano passado, o presidente e diretores da Acias também participaram da sessão da Câmara de Vereadores e discutiram a importância do estacionamento rotativo.

A Acias não está medindo esforços junto à prefeitura no desenvolvimento e implantação do novo estacionamento rotativo. A retomada do serviço é essencial para reorganizar o trânsito e o estacionamento de veículos, evitando a evasão de consumidores, o que vem acontecendo há tempos com muita frequência.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Nota do Enem facilita ingresso de alunos na Anhanguera

Publicado

em

Por

Estudantes podem garantir bolsas de estudo de até 100% em todo curso, de acordo com o desempenho alcançado no exame

As notas individuais da última edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) serão divulgadas nesta sexta-feira (17) pelo Inep – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – e cerca de cinco milhões de brasileiros serão beneficiados com a oportunidade de transformar suas vidas por meio do ensino superior.

O resultado pode encurtar o caminho de acesso à graduação nas unidades da Faculdade Anhanguera de Sumaré e Santa Bárbara D’Oeste, que disponibilizarão bolsas de estudo de até 100% aos participantes. “O exame representa um marco na vida de centenas de pessoas, porque funciona como uma porta de entrada e ajuda a democratizar o sonho da formação superior”, explica Leonardo Danelon, diretor da Anhanguera de Santa Bárbara.

Pontuação

De acordo com uma pesquisa da Associação Brasileira das Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES), ingressar na faculdade ainda é um sonho distante para 70% dos jovens que concluem o ensino médio. O resultado do Enem pode ser um grande aliado neste desafio, já que permite o acesso a descontos, bolsas de estudo, além das possibilidades de financiamento.

O percentual da bolsa de estudo oferecido pela Anhanguera varia de acordo com a nota obtida, ofertando de 20% a 100% de desconto. Para aproveitar a vantagem, os interessados podem utilizar a nota do Enem dos anos anteriores, a partir de 2010. Caso tenha realizado mais de uma prova, a instituição considerará a nota mais recente. Contudo, vale ressaltar que o benefício não é válido para transferência externa.

Mais informações podem ser obtidas pessoalmente nas unidades ou ainda pelo site https://www.vestibulares.com.br/.

SERVIÇO:

·         Faculdade Anhanguera de Sumaré

Avenida Eugenia Biancalana Duarte, Jardim Primavera

·         Faculdade Anhanguera de Santa Bárbara D’Oeste

Avenida Juscelino Kubitscheck de Oliveira, 1450, Distrito Industrial II

Continue Lendo

Nossa Cidade

Prefeitura de Sumaré realiza troca do telhado da EM Martha Smolli

Publicado

em

Por

A Prefeitura de Sumaré realizou, por meio da Secretaria Municipal de Educação, a troca das telhas da Escola Municipal “Professora Martha Smolli Domingues”, localizada na Região do Picerno. Após avaliação da situação do telhado – prejudicado por vendaval – foi detectada a necessidade de substituir toda a estrutura da cobertura da unidade.

A escola atende atualmente cerca de 30 classes com 812 alunos – do Jardim I, II ao 1º ano – nos períodos da manhã e tarde. “Temos pautado nossas ações na melhoria da qualidade dos serviços prestados à população, e os investimentos no setor da educação beneficiam diretamente os alunos e funcionários, como é o caso da troca do telhado dessa escola municipal”, garantiu o prefeito Luiz Dalben.

A prefeitura contratou por meio de licitação a Construtora Alpha Vitória, com supervisão da Secretaria Municipal de Obras. Na obra que recebeu investimento de R$ 195.702,76 foi utilizado material de excelente qualidade – a telha termoacústica – que oferece ótimo acabamento e conta com isolamento térmico e acústico.

A EM Martha Smolli fica na Rua dos Eucaliptos, nº 181, no Jardim Basilicata, na Região do Picerno.

Continue Lendo