quarta-feira, Maio 23

Prefeitura de Sumaré participa de ação de orientação de jovens sobre Programa Jovem Aprendiz

 

Sumaré, 13 de março de 2018

 

Com apoio da Prefeitura de Sumaré, o Ministério do Trabalho, Ministério Público e Juizado da Infância e Juventude realizaram no sábado, dia 10, uma ação de orientação a jovens de 330 famílias sumareenses em situação de vulnerabilidade social, que são acompanhadas pela Secretaria Municipal de Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social. O encontro faz parte de uma iniciativa que tem o objetivo de inserir estes jovens como aprendizes em empresas da cidade, cumprindo as cotas exigidas por lei.

A atividade ocorreu no Clube Recreativo, no Centro, e contou com a presença do secretário municipal de Inclusão, Edson Cosme, representando o prefeito Luiz Dalben; do desembargador do TRT (Tribunal Regional do Trabalho) da 15ª Região, João Batista; e do promotor da Infância e Juventude de Sumaré, Denis Silva.

Por meio de um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta), cerca de 145 empresas lotadas em Sumaré deverão cumprir a cota de aprendizagem, implantando programas para qualificar e inserir adolescentes de 14 a 18 anos no mercado de trabalho. Uma audiência pública com as empresas será realizada no dia 6 de abril para que a lei seja cumprida. Com isso, serão geradas cerca 830 vagas, que deverão ser preenchidas prioritariamente pelos jovens orientados no último sábado.

            “Identificamos que muitas empresas não estão cumprindo as cotas de aprendizagem e emitiremos as notificações para que a lei seja cumprida. Nossa intenção é inserir os jovens em vulnerabilidade social nestas novas vagas ofertadas, abrindo as portas do mercado de trabalho e garantindo o emprego protegido por lei. Essa ação de orientação não é uma garantia de emprego, mas sim para apresentar o programa aos jovens e familiares, esclarecer dúvidas e sensibilizar para a participação. O trabalho formal diminui o trabalho infantil”, explicou o promotor Denis Silva.

Além da consientização dos jovens e familiares e do esclarecimento de dúvidas, colaboradores do Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial), CIEE (Centro de Integração Empresa-Escola) e Insituto de Promoção do Menor de Sumaré fizeram apresentações e exposições do trabalho realizado com jovens aprendizes.

“Tivemos uma grande procura dos jovens para participarem dessa ação. Selecionamos os adolescentes que estão na faixa etária correspondente ao programa e fornecemos os dados para os Ministérios. Temos que cuidar desses jovens, oferecendo oportunidades de qualificação e inserção no mercado de trabalho, e contribuindo para uma qualidade de vida melhor”, disse Edson Cosme, secretário de Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social.

“É muito importante criarmos mecanismos protegidos por lei que garantam a inserção dos jovens no mercado de trabalho, mas que o ensino e educação também estejam assegurados. A inclusão desses jovens em trabalhos formais contribui para a redução do trabalho infantil, mas também é uma oportunidade para que eles sejam protagonistas de sua própria história”, comentou o prefeito Luiz Dalben.