Connect with us

Nossa Cidade

Prefeitura de Sumaré realiza neste domingo (27), no Jardim Angelo Tomazin, mais uma reunião do Plano Diretor

Publicado

em

As reuniões para Leitura Comunitária de revisão do Plano Diretor de Sumaré tiveram início no último dia 21 e se estendem até novembro em várias regiões do Município. O próximo encontro está previsto para este domingo, dia 27 de outubro, das 10h às 12h, na EMEF Flora Ferreira Gomes – localizada na Rua Alípio Cassino Dutra, 545, no Jardim Angelo Tomazin, região do Maria Antonia. O objetivo dos encontros promovidos pela Prefeitura de Sumaré, por meio da Secretaria Municipal de Planejamento, é atingir o maior número de habitantes para dar conhecimento sobre a realidade do Município, suas potencialidades, seus condicionantes e suas deficiências.

As duas primeiras reuniões aconteceram dias 21 e 24 de outubro, no CCTI – Centro de Convivência da Terceira Idade, e na EM Alfredo Castro Donaire – região do Matão, respectivamente.  O processo de revisão do Plano Diretor Municipal, Lei nº 4250/06, está sendo desenvolvido em conjunto entre as Secretarias Municipais, Órgãos Municipais e população, e determina as diretrizes básicas de desenvolvimento da cidade. E a participação da população, bem como das associações representativas interessadas e demais segmentos da comunidade, está em consonância com a Lei – que prevê a revisão a cada dez anos.

“O Plano Diretor deverá prever de forma coerente os conteúdos mínimos dados pela Resolução 34 do Conselho Nacional da Cidade, que trata desde a definição de perímetros urbanos e parâmetros urbanísticos para o zoneamento a parcelamento do solo. A elaboração envolve setores do governo municipal e segmentos empresariais e técnicos, além da própria população, por intermédio das associações, conselhos comunitários, etc. Em nossa concepção, a igualdade de oportunidades é a chave para o desenvolvimento sustentável urbano”, comentou o prefeito Luiz Dalben.

O Plano Diretor é obrigatório para municípios com mais de 20 mil habitantes, portanto, deve ser elaborado com a participação popular, a fim de garantir a função social do Município nas áreas urbanas e rurais. Tem por finalidade principal definir a política de desenvolvimento municipal, num processo permanente de construção e avaliação de ações, visando garantir uma cidade sustentável, acessível e justa para todos. O Plano Diretor de Desenvolvimento Sustentável (2019-2039) de Sumaré visa identificar a realidade e os problemas do município em quatro pilares de sustentação: equidade social, desenvolvimento humano, desenvolvimento econômico e cultura da paz em todos os seus fundamentos.

De acordo com o secretário Municipal de Planejamento, Welington Domingos Pereira, a ideia é trabalhar uma previsão para duas décadas de desenvolvimento do Município. “Geralmente, um Plano Diretor é feito pra 10 anos, porém no caso de Sumaré, devido a sua descentralização e extensão territorial – compreendendo 53% de área rural – o Município tem muito a crescer, por isso é necessário projetar para além de uma década”, justificou.

 

Smart City

Para o Chefe do Executivo Municipal, a ideia é incentivar a instalação de indústrias de alta tecnologia e empresas de serviços. E ele faz um apelo à sociedade sumareense. “Apelo a todos vocês que nos juntemos de forma solidária no apoio de revisão do Plano Diretor de Desenvolvimento Sustentável de Sumaré. Juntos, podemos trabalhar para garantir que a conquista da independência seja sucedida pela conquista do desenvolvimento. Juntos, podemos garantir que o curso do nosso futuro coletivo seja tão notável como a história do que já conseguimos. Ressalto, é muito importante a participação de todos nessas reuniões para Leitura Comunitária do Plano Diretor de Sumaré”, concluiu o prefeito Luiz Dalben.

Esse processo é uma oportunidade para que população e governo possam avaliar e repensar, de forma conjunta, a totalidade do território municipal, considerando as suas potencialidades e limitações. O objetivo é explanar como vai acontecer o processo de Revisão do Plano Diretor, e quais as ferramentas que o Município dispõe para colocar em prática os objetivos estabelecidos no Plano, que é na verdade um processo de construção da cidade que se quer. Depois de terminado e aprovado o PDDS, a intenção ao longo dos próximos 20 anos, é transformar Sumaré em Smart City.

 

PRÓXIMAS REUNIÕES

27/10 (domingo): EMEF Flora Ferreira Gomes, na Rua Alípio Cassino Dutra, 545 – Jardim Angelo Tomazin, das 10h às 12h.

30/10 (quarta-feira): EMEF Neusa de Souza Campos, na Rua das Rosas, 320 – Parque Rosa e Silva, das 19h às 21h.

04/11 (segunda-feira): EMEF Anália de Oliveira Nascimento, na Rua M. Conceição Rocha Ferraz, 565 – Jardim Bom Retiro, das 19h às 21h.

07/11 (segunda-feira): EM Augusta Ravagnani Basso, na Rua Aldebaran, 35 – Chácara Cruzeiro do Sul, das 19h às 21h.

12/11 (terça-feira): EM José de Anchieta, na Rua Geraldo de Souza, 157/221 – Jardim Carlos Basso, das 19h às 21h.

Nossa Cidade

Vera Cruz Hospital anuncia instalação de Pronto Atendimento em Sumaré

Publicado

em

Por

Uma excelente notícia para a população de Sumaré! O Vera Cruz Hospital, com 75 anos de tradição em Campinas, manifestou interesse em instalar uma unidade em solo sumareense.

A notícia foi confirmada no último dia 15 pelos representantes do hospital Kesi Gomes (Diretor de Mercado) e o Aguinaldo Catanoce (Diretor Técnico), durante visita ao Paço Municipal. Eles foram recebidos pelos secretários Claudio Padovani e Rafael Virginelli, de Desenvolvimento Econômico e Saúde, respectivamente. A proposta, num primeiro momento, é inaugurar até o final do ano um Pronto Atendimento. Os casos de alta complexidade seriam encaminhados para Campinas. Dois lugares estão sendo pleiteados para a implantação do PA: um imóvel situado na área do PIB, logo na entrada da cidade, e um prédio localizado em Nova Veneza.

“Eles querem se instalar em Sumaré e queremos trazer o Vera Cruz para cá, pois será mais uma opção ao sumareense. Vamos fazer o possível para que isso aconteça”, disse o secretário Claudio Padovani.

Sumaré será a segunda cidade da RMC a contar com uma unidade avançada do Vera Cruz Hospital. A primeira foi instalada em Indaiatuba. “O Vera Cruz é referência na qualidade de seus serviços, com um atendimento humanizado que valoriza a vida em primeiro lugar. Instalar um Pronto Atendimento em solo sumareense faz parte do nosso plano de expansão regional”, explicou Kesi Gomes.

O Vera Cruz Hospital oferece o que há de mais moderno em tratamentos de saúde. Conta com uma equipe altamente capacitada, formada por mais de 1,5 mil médicos autorizados ao atendimento e cerca de 1,1 mil funcionários que prestam um serviço humanizado, com o suporte das mais modernas instalações e os mais avançados equipamentos.

“Agradecemos à direção do Vera Cruz por acreditar no potencial da nossa cidade e colocamos a nossa Secretaria de Saúde à disposição”, comentou Virginelli.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Setembro Amarelo em Sumaré conta com Tenda informativa na feira noturna do Macarenko

Publicado

em

Por

O movimento de conscientização alusivo ao Setembro Amarelo continua em Sumaré. Nessa quarta (23) a Tenda informativa esteve na feira noturna do Macarenko, orientando os moradores. Este ano, por causa da pandemia e do isolamento social, os trabalhos preventivos ao adoecimento mental foram reforçados, devido à necessidade da atenção à saúde das pessoas.

A Prefeitura de Sumaré, por meio das Secretarias Municipais de Saúde e de Inclusão e Assistência Social, intensificou as ações junto aos moradores. As palestras, teatro e orientações ocorrem tanto nas unidades de saúde como no CAPS AD (Centro de Atenção Psicossocial – Álcool e Drogas), localizado na região do Picerno. A BEM (Base de Excelência da Mulher) também ofereceu um trabalho especial junto as usuárias, com explicações e orientações em vídeos.

Diversas atividades continuam nas USFs (Unidades de Saúde da Família), UBS (Unidades Básicas de Saúde), CAPS e NASF (Núcleo de Apoio a Saúde da Família), incluindo palestras, orientações, bate-papo individual e confecção de cartazes motivacionais.

As equipes municipais estão sempre prontas para ouvir, acolher, apoiar e realizar os cuidados e encaminhamentos necessários. No encerramento da programação, dias 29 e 30, acontecerão sessões de Psicoterapia com agendamento dos horários.

“Neste Setembro Amarelo, reconhecido como mês de Prevenção ao Suicídio, reforçamos o alerta e a necessidade de conscientização da população, pois o suicídio é um problema de saúde pública. É extremamente importante identificar as pessoas que precisam de cuidado nesse sentido e encaminhá-las para tratamento nas unidades de Saúde do Município”, explicou o secretário de Saúde, Rafael Virginelli.

Como parte da programação, a Prefeitura inaugurou no último dia 10 o Espaço de Cuidado Integral ao Trabalhador da Saúde (ECITS), ao lado do PA Nova Veneza. Assim como o nome, a unidade vai oferecer atendimento de práticas integrativas aos servidores do setor de saúde do Município, ou seja, será um grande apoio a essa categoria profissional que tem atuado na linha de frente nesse período de pandemia do coronavírus.

Realizado desde 2015, o Setembro Amarelo foi criado pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), Conselho Federal de Medicina (CFM) e Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). Durante o mês, monumentos em diferentes cidades também adotam a cor amarela em suas fachadas para dar visibilidade à causa. A cor amarela, segundo o site do CVV, representa a luz e o sol, simbolismo que reflete a proposta da campanha de preservar a vida.

O mês foi escolhido em razão do Dia Mundial da Prevenção do Suicídio, celebrado todo ano em 10 de setembro. A data é organizada pela Associação Internacional para a Prevenção do Suicídio com o respaldo da Organização Mundial da Saúde (OMS). O objetivo do dia é conscientizar as pessoas ao redor do mundo que o suicídio pode ser evitado.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Em Sumaré, investimentos em infraestrutura e mobilidade garantem mais segurança e fluidez ao trânsito

Publicado

em

Por

Em 25 de setembro é celebrado o “Dia Nacional do Trânsito”, instituído a partir da criação do Código de Trânsito Brasileiro em setembro de 1997. Em alusão à data, a Prefeitura de Sumaré, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana e Rural (SMMUR), lembra os principais investimentos e as ações de reestruturação no setor, visando a segurança, a conscientização social sobre a prevenção de acidentes e a melhoria da qualidade de vida de toda a população.

Nos últimos anos, o Departamento Municipal de Trânsito passou a contar com novas viaturas. Cinco novas Fiat Strada foram entregues em 2018 para reforço na fiscalização do trânsito e do transporte público.

“Com o objetivo de melhorar as condições de trabalho dos colaboradores municipais e qualificar o atendimento aos moradores, os agentes de trânsito participaram de diversos cursos de capacitação e receberam novos uniformes. Itens mais modernos que garantem bem-estar durante a realização do trabalho”, destaca o secretário da pasta, José Aparecido Ribeiro Marin.

A Prefeitura também segue trabalhando na recuperação da sinalização de trânsito em todas as regiões da cidade. A pintura do solo é realizada diariamente em ruas recém-recapeadas ou promovendo a revitalização em locais onde a pintura encontra-se desgastada. A SMMUR também faz a demarcação de vagas para pessoas com necessidades especiais e a instalação de placas indicativas – sinalização vertical.

No transporte público, novas linhas de ônibus municipal foram implantadas para melhor locomoção dos moradores. Alguns itinerários também foram adequados a fim de reduzir o tempo de percurso e aumentar o número de viagens diárias, a exemplo da linha 120 (Terminal Saudade/Picerno) que, em junho desse ano, passou a ter trajeto corrido, sem tempo de espera.

Em outro grande investimento para proporcionar mais segurança a motoristas e pedestres, a Prefeitura de Sumaré, por meio da Secretaria de Obras, mantém desde 2017 o seu Programa de Recape Contínuo (PRC), levando asfalto novo a todas as regiões da cidade. São mais de 500 mil m² de pavimento asfáltico recuperado, beneficiando mais de 200 ruas nos últimos anos. Investimento que conta com recursos municipais próprios e também de emendas parlamentares apresentadas pelo deputado estadual Dirceu Dalben, na ordem de R$ 4,6 milhões.

Cidade Mirim de Trânsito

A conscientização para um trânsito seguro é assunto tratado desde cedo, em mais um investimento na educação dos alunos de Sumaré. A Prefeitura desenvolve projetos extraclasse que auxiliam e contribuem para o ensino de qualidade, a exemplo da “Cidade Mirim de Trânsito”, uma réplica das vias públicas de trânsito, atendendo às redes municipal e estadual de ensino, Proeb, Ongs e municípios vizinhos (no momento, as visitas estão suspensas por conta da pandemia do coronavírus).

O trabalho ė realizado por pedagogos e recreacionistas da Secretaria Municipal de Educação, com coordenação da professora Fernanda Moranza. O objetivo é oferecer aos alunos uma aula prática e vivenciada na ciclovia para que compreendam a importância das regras de trânsito para segurança de todos.

Continue Lendo