sábado, junho 23

Prefeitura de Sumaré recebe doação de 105 kits de conversão para TV digital

 

Sumaré, 16 de janeiro de 2018

 

A Prefeitura de Sumaré recebeu a doação de 105 kits com antena e conversor para a TV digital.  Os kits foram doados pela entidade Seja Digital, responsável pela migração do sinal analógico para o digital no Brasil. Os equipamentos serão distribuídos para as secretarias municipais que utilizam televisores nas atividades do cotidiano, como secretaria de Educação, Cultura, Esportes e Lazer, e Segurança Pública.

Em Sumaré, o sinal analógico será desligado nesta quarta-feira, dia 17, e só será possível assistir à programação da TV aberta por meio do sinal digital. Já foram distribuídos na cidade cerca de 22,3 mil kits gratuitos para as famílias de baixa renda atendidas pelo Governo Federal, para que possam continuar usufruindo da programação.

“Muitas das nossas secretarias municipais e prédios públicos possuem televisores para o desenvolvimento de seus trabalhos. Com o desligamento do sinal analógico, temos de adaptar as TVs para continuar prestando o atendimento à população. Essa doação dos kits nos possibilitará realizar a conversão sem custos para o Município. Agradecemos à Seja Digital pela parceria”, ressaltou o prefeito. 

“A tecnologia está presente cada vez mais no nosso cotidiano e, com o avanço da era digital, chega ao fim na nossa cidade o período de assistir televisão com imagem preta e branca, chuviscada e reposicionamento da antena. O sinal digital vai proporcionar uma imagem de mais qualidade para os usuários e, embora o sinal analógico seja desligado amanhã, os kits de conversor e antena ainda continuam sendo distribuídos gratuitamente aos participantes de alguns programas sociais, a fim de garantir o acesso à informação e a inclusão das famílias de baixa renda”, disse o secretário de Inclusão e Desenvolvimento Social, Edosn Cosme.

Para requerer o benefício ou saber se tem direito ao kit, o interessado deve acessar o site sejadigital.com.br/kit ou ligar gratuitamente para o número 147, com o NIS (Número de Identificação Social) em mãos, e fazer o agendamento para a retirada. O morador escolhe o melhor local, data e horário, evitando filas e transtornos.