Procon alerta comerciantes para não caírem no ‘golpe do falso protesto’

Os comerciantes de Sumaré devem ficar atentos ao “golpe do protesto”, identificado recentemente pelo Procon (Órgão de Defesa do Consumidor) do Município. Há alguns dias, um comerciante procurou, por telefone, a Unidade de Defesa do Consumidor local informando da tentativa de golpe que sofreu, sendo orientado pela equipe a ir à delegacia mais próxima para registrar um BO (Boletim de Ocorrência).

No “golpe do protesto”, o golpista, alegando ser “funcionário” do Procon, telefona para o comerciante e informa que uma empresa que presta serviço para a vítima irá protestar o nome do comerciante, caso não seja depositada determinada quantia, alegando que há parcelas em aberto. O golpista também estipula o valor e o horário do depósito, além de pedir que a vítima faça a transação em uma casa lotérica.

O Procon informa que JAMAIS entra em contato com comerciantes para realizar qualquer tipo de cobrança. Os contatos telefônicos feitos pelo órgão têm a única intenção de mediar conflitos entre consumidores e empresas, sempre buscando, quando possível, a solução amigável dos problemas.


O Procon de Sumaré fica na Rua Antônio de Camargo Pereira, nº 323, e atende ao público de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h30. O telefone para informações é o (19) 3873-1071.