Quadrilha de Estelionatários que aplicava golpes em idosos é presa em Sumaré

quadrilha de estelionatários

A Polícia Civil desmantelou uma quadrilha de estelionatários em Sumaré, resultando na detenção de cinco suspeitos. A ação foi desencadeada após uma vítima de 64 anos relatar ter sido enganada em R$ 100 mil pelo golpe do bilhete premiado.

A quadrilha, que visava principalmente idosos, não estava restrita à região de Campinas. As investigações indicam a existência de outras vítimas. O delegado Luiz Fernando Dias de Oliveira salientou: “Ao examinar os extratos dos suspeitos, poderemos identificar outras vítimas com base nas transações”.

Quem fazia parte da Quadrilha de Estelionatários?

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), os detidos são dois homens, ambos com 35 anos, e três mulheres, com idades entre 21 e 36 anos. Eles foram capturados no bairro Jardim João Paulo II.

A líder da quadrilha de estelionatários, identificada como a mulher flagrada em imagens de câmeras de segurança, chegou a utilizar a conta bancária de sua irmã, que possui deficiência mental, para movimentar o dinheiro proveniente dos golpes. A vítima, que economizou durante décadas para uma cirurgia no joelho, lamenta: “Eles nos envolvem tanto que não temos tempo de raciocinar”.

Após o registro do incidente, a Polícia Civil identificou dois “laranjas” do grupo, que disponibilizavam suas contas para a movimentação de valores – ambos confessaram sua participação, o que levou à identificação dos líderes do esquema.


A vítima, incapaz de recuperar o dinheiro perdido, enfrenta abalo emocional. “Só Deus mesmo para me levantar a partir de agora”, lamenta.

O caso foi registrado como promoção, constituição, financiamento ou integração em organização criminosa, além de apropriação ou desvio de bens, proventos, pensões, benefícios ou remuneração. A SSP enfatizou que diligências estão em andamento para localizar outras vítimas envolvidas no esquema.

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS
Compartilhar no Facebook