Secretaria de Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social começa a distribuir ‘vale gás’ nesta terça (10)

Programa distribuirá, inicialmente, R$ 300 em três parcelas a famílias em situação de vulnerabilidade social

A Prefeitura de Sumaré, por meio da SMIADS (Secretaria de Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social) em parceria com o Governo de São Paulo, começa a distribuir nesta terça-feira (10) cartões do Vale Gás a pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Ao todo, serão entregues 2008 cartões a famílias cadastradas no CadÚnico e que fazem parte do Programa Bolsa do Povo, da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social. Cada cartão dará direito ao beneficiário receber três parcelas no valor de R$ 100 cada uma, a fim de auxiliar na compra do botijão de gás de cozinha.

A distribuição ocorrerá até dia 18, próxima quarta-feira, das 7h30 às 11h30 e das 12h30 às 16h nos oito CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) de Sumaré. Apenas o beneficiário poderá retirar o cartão e é necessário apresentar RG e CPF no CRAS correspondente. As famílias inscritas, que atendem aos critérios do programa, podem consultar se o nome está na listagem, além do local de retirada (veja abaixo como consultar quem tem direito ao benefício).

A assistente social Mariana de Oliveira Alborguete, responsável pelo apoio à gestão na SMIADS, explica que o desbloqueio do cartão deverá ser feito pelos canais oficiais do programa, por meio de ligação gratuita pelo 0800 7979 800 – de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h – ou pelo portal: www.bolsadopovo.sp.gov.br. Após esse período, caso as famílias beneficiárias não retirem os cartões, eles serão encaminhados ao Poupatempo.


Em todo o estado de São Paulo, serão beneficiadas 426,9 mil famílias (cerca de 2 milhões pessoas beneficiadas) na pobreza e extrema pobreza (renda mensal per capita de até R$ 178) inscritas no CadÚnico.

Saiba quem tem direito ao benefício do programa pelo endereço:

https://sumare.atende.net/cidadao/pagina/lista-programa-vale-gas

*Os beneficiários estão cadastrados de acordo com o CRAS onde já recebem orientações e serviços de outros programas.