Connect with us

Nossa Cidade

Sumaré abre inscrições para escolha de novos conselheiros tutelares

Publicado

em

 

Sumaré, 06 de maio de 2019

 

Encontram-se abertas, em Sumaré, as inscrições para a escolha dos cinco novos conselheiros tutelares do município. Os interessados em participar do processo seletivo, que será composto por prova, avaliação psicológica e eleição, devem procurar o CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente) até a próxima sexta-feira, dia 10, das 8h às 16h, para realizar a inscrição. O conselho fica na Rua Ipiranga, nº 73, Centro. O edital completo está disponível no Diário Oficial de 03 de maio de 2019, que pode ser consultado no site da prefeitura: www.sumare.sp.gov.br.

Criados em 1990 pelo Estatuto da Criança e Adolescente (ECA), os conselhos tutelares têm a tarefa de garantir os direitos da população de até 17 anos. A atuação do órgão ocorre diante de uma situação de ameaça ou de violação dos direitos, com o objetivo de proteger a criança ou o adolescente que está em situação de vulnerabilidade. O conselho não é responsável por atender as crianças e, sim, atuar para que os órgãos responsáveis realizem o atendimento.

Para participar do processo seletivo, o candidato deve preencher alguns pré-requisitos, como: residir no município de Sumaré há pelo menos dois anos; ser maior de 21 anos de idade; ter concluído o Ensino Médio; comprovar experiência de, no mínimo, dois anos de trabalho com crianças e adolescentes; e ter reconhecida idoneidade moral, devidamente comprovada por certidões negativas expedidas pelos Cartórios Distribuidores Cíveis e Criminais, em âmbito Estadual e Federal da Comarca, bem como de decisões judiciais transitadas em julgado.

A inscrição para o processo seletivo, contudo, não garante automaticamente o direito de participar da eleição dos novos conselheiros. Antes, todos os candidatos ao cargo passarão pelas seguintes etapas, todas de caráter eliminatório: inscrição, prova escrita e avaliação psicológica. Já a eleição está marcada para o dia 6 de outubro. O processo eleitoral será conduzido por uma Comissão Especial e fiscalizado pelo Ministério Público. O conselheiro tutelar, no efetivo exercício da sua função, receberá como remuneração R$ 3.094,53 e 40 horas semanais de trabalho. A posse está prevista para o dia 9 de janeiro de 2020 e o mandato é de quatro anos.

“O Conselho Tutelar tem uma função primordial, pois cabe a ele receber e acompanhar casos de crianças ou adolescentes que estejam com seus direitos ameaçados ou violados”, ressaltou o secretário de Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social, Edson Cosme. “A partir de algumas dessas situações concretas, o conselheiro encaminha o caso para os órgãos responsáveis, que devem agir garantindo os direitos. Quando o encaminhamento não resolve a questão, o conselheiro tutelar pode recorrer até à Justiça, para que o órgão responsável tome as providências”, completou.

Nossa Cidade

Homem morre após acidente de trabalho em Sumaré

Publicado

em

Por

Um homem de 45 anos, morreu carbonizado no início da noite desta quarta-feira (16), após um acidente de trabalho na indústria metalúrgica em Sumaré.

Segundo o Corpo de Bombeiros, por volta de 19h ocorreu um vazamento de óleo superaquecido em uma prensa modeladora que atingiu o trabalhador da empresa, localizada no bairro Jardim Santa Carolina.

Uma equipe de brigadistas da própria metalúrgica apagou o incêndio causado pelo acidente e o médico de plantão constatou a morte do homem no local, ainda antes da chegada do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). As causas do vazamento ainda serão esclarecidas.

Em nota divulgada na noite desta quarta, a empresa lamentou o acidente e disse estar colaborando com as autoridades. “A Villares Metals lamenta imensamente o ocorrido e está prestando toda a assistência à família neste momento, bem como está dedicada na apuração dos fatos e na colaboração com as autoridades competentes”, trouxe o texto.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Palestra, teatro, exposição e café da manhã marcam mais um dia do Setembro Amarelo em Sumaré

Publicado

em

Por

Um dia de muitas atividades alusivas ao Setembro Amarelo em Sumaré. As unidades de saúde têm intensificado asações de prevenção ao suicídio junto aos moradores. Este ano, por causa da pandemia e do isolamento social, ostrabalhos preventivos ao adoecimento mental foram reforçados, devido à necessidade da atenção à saúde mentaldas pessoas. O movimento de conscientização nessa quarta (16) teve palestra, teatro, orientações, decorações econfecção de material motivacional. Realizado pela Prefeitura de Sumaré, por meio das Secretarias Municipais deSaúde e de Inclusão e Assistência Social, a programação começou logo pela manhã, no CAPS AD (Centro de AtençãoPsicossocial – Álcool e Drogas), localizado na região do Picerno. Após palestra, apresentação teatral eexposição das peças produzidas pelos assistidos do programa, foi oferecido um delicioso café da manhã. Na BEM(Base de Excelência da Mulher) as usuárias contaram com explicações e orientações em vídeos, enquanto que aTenda informativa esteve na feira noturna do Macarenko.

Durante o mês estão previstas diversas atividades nas USFs (Unidades de Saúde da Família), UBS (UnidadesBásicas de Saúde), CAPS e NASF (Núcleo de Apoio a Saúde da Família), incluindo palestras, orientações, bate-papo individual e confecção de cartazes motivacionais. No encerramento da programação, dias 29 e 30,acontecerão sessões de Psicoterapia com agendamento dos horários. Como parte da programação, a Prefeiturainaugurou no último dia 10 o Espaço de Cuidado Integral ao Trabalhador da Saúde (ECITS), ao lado do PA NovaVeneza. Assim como o nome, a unidade vai oferecer atendimento de práticas integrativas aos servidores do setorde saúde do Município, ou seja, será um grande apoio a essa categoria profissional que tem atuado na linha defrente nesse período de pandemia do coronavírus.

“Neste Setembro Amarelo, reconhecido como mês de Prevenção ao Suicídio, reforçamos o alerta e a necessidade deconscientização da população, pois segundo o site oficial do Setembro Amarelo, o suicídio é um problema desaúde pública, e o número de vítimas é superior aos de doenças como AIDS e alguns tipos de câncer. Éextremamente importante identificar as pessoas que precisam de cuidado nesse sentido e encaminhá-las paratratamento nas unidades de Saúde do Município”, explicou o secretário de Saúde, Rafael Virginelli.

Realizado desde 2015, o Setembro Amarelo foi criado pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), Conselho Federalde Medicina (CFM) e Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). Durante o mês, monumentos em diferentes cidadestambém adotam a cor amarela em suas fachadas para dar visibilidade à causa. A cor amarela, segundo o site doCVV, representa a luz e o sol, simbolismo que reflete a proposta da campanha de preservar a vida.

O mês foi escolhido em razão do Dia Mundial da Prevenção do Suicídio, celebrado todo ano em 10 de setembro. Adata é organizada pela Associação Internacional para a Prevenção do Suicídio com o respaldo da OrganizaçãoMundial da Saúde (OMS). O objetivo do dia é conscientizar as pessoas ao redor do mundo que o suicídio pode serevitado.

“Nossas equipes estão sempre prontas para ouvir, acolher, apoiar e realizar os cuidados e encaminhamentosnecessários”, reforçou Virginelli.

CAPS ADO prédio do CAPS AD – inaugurado pela Administração Municipal em dezembro do ano passado, no Portal Bordon,região do Picerno – conta com uma equipe altamente qualificada para oferecer cuidados, atenção integral econtinuada a dependentes químicos. A equipe é formada por psiquiatra, psicólogo, enfermeiro e técnicos deenfermagem, assistente social, terapeuta ocupacional e recreacionista. É uma unidade de extrema importânciapara o atendimento em saúde mental, pois acolhe as pessoas que sofrem com transtornos mentais decorrentes dadependência química – e que muitas vezes são julgadas e marginalizadas. O órgão oferece atendimentointerdisciplinar para a reabilitação e inclusão social dessas pessoas.

A equipe do Centro de Atenção Psicossocial realiza acolhimentos, grupos e oficinas terapêuticos (autocuidado,culinária, horta, música e ateliê aberto). Todo cuidado é planejado por meio do Plano Terapêutico Singular(PTS), elaborado junto ao paciente e à equipe de referência, seguindo sempre a necessidade individual. Alémdisso, o serviço ainda oferece suporte à família do paciente. O CAPS AD está localizado na Rua AntonietaRavagnani Tanner, nº 190, Residencial Bordon II. A unidade funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

CAPACITAÇÃOCom o aumento das doenças psiquiátricas devido à pandemia do novo coronavírus e ao período de isolamentosocial, a Secretaria de Saúde de Sumaré, por meio da Rede Municipal de Saúde Mental, tem realizado capacitaçõescom as equipes dos CAPS (Centro de Atenção Psicossocial). Os colaboradores participaram de aula on-line com otema ‘Transtorno do Estresse Pós-Traumático (TEPT)’, um distúrbio da ansiedade caracterizado por um conjunto desinais e sintomas físicos, psíquicos e emocionais.

Os principais atendimentos em saúde mental são realizados nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), onde ousuário recebe atendimento com assistência multiprofissional e cuidado terapêutico, conforme a necessidade,próximo da família. O município conta com três unidades do CAPS: Orquídea, que presta atendimento a pacientesadultos com transtornos mentais graves e persistentes; o Infanto-Juvenil ‘Espaço Viver’, voltado a crianças eadolescentes; e, agora, o CAPS Álcool e Drogas, especializado em transtornos pelo uso de álcool e outrasdrogas.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Prefeitura de Sumaré inicia instalação de guias e sarjetas no Jardim Casa Verde

Publicado

em

Por

Em mais uma etapa do pacote de melhorias realizadas pela Prefeitura de Sumaré no Jardim Casa Verde, a Secretaria Municipal de Serviços Públicos iniciou essa semana a colocação de guias e sarjetas nas ruas do bairro. A finalidade é orientar o trânsito, oferecendo mais segurança para motoristas e pedestres.

Em fase de finalização, a rede de galerias de águas pluviais – sistema de drenagem e escoamento da água das chuvas – é outra importante obra que a Prefeitura realiza no bairro, beneficiando cerca de 185 famílias. Logo mais, terá início a pavimentação das ruas – cerca de 15 mil m² de vias serão asfaltadas.

O Jardim Casa Verde encontra-se em estágio avançado de regularização no processo Reurb, por meio do programa “Cidade Legal”, da Secretaria Estadual de Habitação. O cadastro social das famílias foi finalizado pelo Município, que aguarda a legalização da Associação de Moradores, a qual deve apontar à Secretaria de Habitação da Prefeitura os lotes quitados a fim de que os dados possam ser enviados ao cartório para fins de regularização.

Continue Lendo