Connect with us

Nossa Cidade

Sumaré decreta situação de emergência devido ao coronavírus

Published

on

O prefeito Luiz Dalben decretou nesta tarde, dia 17, situação de emergência em Sumaré devido ao coronavírus. Com a medida, para evitar o desabastecimento de insumos que contribuem para evitar a disseminação da doença, o Município fica autorizado a dispensar licitação para aquisição ou locação de materiais, serviços e produtos que ajudam no tratamento ou prevenção do vírus.

O Decreto n° 10.766 também estabelece que a alimentação escolar mantida aos alunos deve ser servida em utensílios descartáveis, que poderão ser retirados pelo aluno ou responsável mediante cadastramento prévio na Secretaria de Educação. Além disso, as concessionárias de serviços públicos que atuam em Sumaré não deverão interromper o fornecimento de água, gás, eletricidade e demais serviços essenciais à população.

O documento estabelece que a concessionária responsável pelo transporte coletivo municipal deve disponibilizar quantidade de veículos suficiente para evitar a aglomeração. Também está suspenso o fornecimento de novos alvarás de autorização para eventos públicos e temporários.

“Sumaré trabalha para atender com qualidade qualquer paciente que apresente sintomas ou que necessite de auxílio. Porém, pedimos a colaboração da população, pois já temos casos confirmados nas cidades vizinhas. Desde o momento em que o coronavírus passou a ser considerado uma pandemia, organizações mundiais têm ressaltado que cada pessoa passa a ser responsável por frear as transmissões, desacelerando a disseminação. Este momento é de união e colaboração pensando sempre na saúde de todos”, explicou o prefeito Luiz Dalben.

OUTRAS MEDIDAS

Nesta semana, as escolas continuam abertas, com dias letivos regulares, realizando atividades de orientação para alunos e responsáveis que desejarem participar. As faltas de alunos serão abonadas, mediante justificativa do responsável legal. Os profissionais da educação continuarão com suas jornadas regulares de forma presencial e o fornecimento de alimentação e transporte escolar ocorrerá normalmente. A partir do dia 23 de março, as aulas deverão ser suspensas em todas as escolas públicas e particulares da cidade. Neste período, poderão ser ofertadas atividades pedagógicas à distância, em diversas modalidades.

Os colaboradores com mais sessenta anos podem desenvolver suas atividades em casa (conhecido como home office) e, na impossibilidade, as férias poderão ser antecipadas. Os colaboradores fora dessa faixa etária de risco e que não exerçam serviços essenciais também poderão trabalhar em suas residências, caso o serviço permita e mediante autorização do superior.

Os fornecedores de insumos e de materiais necessários ao enfrentamento da doença, como álcool em gel, máscara, luvas, lenços de papel e aventais, devem deixar uma reserva mínima de 10% dos mesmos para abastecimento das unidades de saúde de Sumaré por trinta dias.

Os Decretos 10.763 e 10.764, publicados na sexta (13) e sábado (14) suspendem uma série de atividades, entre elas, as ações esportivas e culturais da Secretaria de Cultura, Esportes e Lazer, as atividades que envolvem a Melhor Idade, tanto nos grupos descentralizados quanto as que ocorrem no CCTI (Centro de Convivência da Terceira Idade), atividades nos CRASs (Centros de Referência em Assistência Social), atendimentos odontológicos na rede municipal de saúde, salvos os os casos urgentes; as atividades dos grupos sem risco nas unidades de saúde e Ambulatório de Especialidades; recomendação da suspensão de eventos com mais de 500 pessoas e férias dos colaboradores que exercem funções essenciais.

Um canal de WhatsApp para atendimento direto à população foi implantado para orientação médica específica sobre a doença. Os veículos do transporte coletivo e particular devem ser regularmente higienizados, em especial seus sistemas de ar-condicionado,e disponibilizar em seu interior frascos de álcool em gel.

Visando tranquilizar a população e prestar o auxílio necessário aos moradores, Sumaré trabalha desde janeiro para o enfrentamento do coronavírus. A cidade não registra casos positivos da doença. Porém, no início do ano, antes mesmo do primeiro caso no país ser confirmado (no dia 26 de fevereiro), a Prefeitura já se planejava e estudava um plano de contingência para o enfrentamento da doença e sua prevenção, aprovado no dia 4 de fevereiro, quando foram decididos protocolos, entre eles, o treinamento das equipes da Secretaria de Saúde e divulgação dos meios de prevenção à população. 

Sumaré registra 27 casos suspeitos e mais um que já foi descartado. Os pacientes passam bem e aguardam o resultado dos exames. Todas as unidades de saúde destinam vagas diárias para atender os casos suspeitos, bem como os colaboradores capacitados para receber os pacientes. Ao procurar a UBS, são avaliados se os sintomas indicam alguma probabilidade de infecção por coronavírus, além de tomadas as providências para notificação e coleta de material para exame laboratorial.

Caso algum paciente apresente sintomas como febre, tosse e dificuldade para respirar e tenha histórico de viagem para locais com transmissão local ou ter tido contato próximo com pessoa com caso suspeito, a orientação é para que procure a UBS (Unidade Básica de Saúde) mais próxima de sua residência.

O prefeito Luiz Dalben decretou nesta tarde, dia 17, situação de emergência em Sumaré devido ao coronavírus. Com a medida, para evitar o desabastecimento de insumos que contribuem para evitar a disseminação da doença, o Município fica autorizado a dispensar licitação para aquisição ou locação de materiais, serviços e produtos que ajudam no tratamento ou prevenção do vírus.

O Decreto n° 10.766 também estabelece que a alimentação escolar mantida aos alunos deve ser servida em utensílios descartáveis, que poderão ser retirados pelo aluno ou responsável mediante cadastramento prévio na Secretaria de Educação. Além disso, as concessionárias de serviços públicos que atuam em Sumaré não deverão interromper o fornecimento de água, gás, eletricidade e demais serviços essenciais à população.

O documento estabelece que a concessionária responsável pelo transporte coletivo municipal deve disponibilizar quantidade de veículos suficiente para evitar a aglomeração. Também está suspenso o fornecimento de novos alvarás de autorização para eventos públicos e temporários.

“Sumaré trabalha para atender com qualidade qualquer paciente que apresente sintomas ou que necessite de auxílio. Porém, pedimos a colaboração da população, pois já temos casos confirmados nas cidades vizinhas. Desde o momento em que o coronavírus passou a ser considerado uma pandemia, organizações mundiais têm ressaltado que cada pessoa passa a ser responsável por frear as transmissões, desacelerando a disseminação. Este momento é de união e colaboração pensando sempre na saúde de todos”, explicou o prefeito Luiz Dalben.

Nossa Cidade

Secretaria de Mobilidade da Prefeitura de Sumaré recolhe veículos abandonados na cidade

Published

on

A SMMUR (Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana e Rural) da Prefeitura de Sumaré retirou três veículos abandonados nas vias públicas da cidade. Foram removidos automóveis no Jardim Nova Veneza. Todos os proprietários foram notificados para retirá-los das ruas, porém não cumpriram os prazos determinados.

A ação está em conformidade com a Lei Municipal nº 6.033 de 2018, que autoriza o Poder Executivo Municipal a recolher carros abandonados nas vias públicas e terrenos baldios.

Só é permitido guinchar automóveis sem notificação prévia caso o mesmo esteja estacionado de maneira irregular ou atrapalhando o trânsito.

“Além de gerar poluição visual, os veículos abandonados podem servir de criadouros para o mosquito da dengue e geram insegurança para os moradores da vizinhança. Por isso, temos intensificado a fiscalização, a fim de garantir mais qualidade de vida aos munícipes”, explicou o prefeito Luiz Dalben.

Os veículos recolhidos são encaminhados para o Pátio que presta serviços ao município. O proprietário que quiser reaver o automóvel deve comparecer pessoalmente ao local, com documentação em dia, além de realizar o pagamento do guincho e da estadia.

Denúncias sobre veículos abandonados nas vias públicas podem ser feitas pelo 156 ou 0800-772-7722.

Continue Reading

Nossa Cidade

Defesa Civil e Saúde de Sumaré orientam população sobre baixa umidade do ar

Published

on

Com a umidade relativa do ar (UR) na casa dos 32% essa semana, a Defesa Civil de Sumaré mantém o estado de atenção e orienta os moradores para alguns cuidados necessários durante os meses de estiagem, que pode representar mais riscos para a saúde da população, principalmente para as pessoas que têm problemas respiratórios. 

O período da tarde costuma ser o mais crítico, quando são comuns os registros de URs mais baixas. Dor de cabeça, rinites alérgicas, congestionamento e sangramento nasal, garganta seca e irritada, sensação de areia nos olhos, ressecamento da pele são alguns sintomas da “secura” do ar.

E já que não é possível controlar as variações climáticas que afetam o organismo, a Secretaria Municipal de Saúde indica algumas medidas que ajudam a melhorar a qualidade de vida nos dias de tempo mais seco.

Cuidados pessoais:

*Lave as mãos com frequência e evite levá-las à boca, nariz e olhos (precaução que também ajuda a evitar a contaminação por Covid-19);

*Procure manter o corpo sempre bem hidratado. Portanto, beba bastante água mesmo sem sentir sede. Uma boa dica é manter uma garrafinha de água sempre ao alcance. E fique atento à hidratação de crianças, idosos e pessoas enfermas;

*Na hora do lanche ou da sobremesa, prefira frutas ricas em líquidos. Melancia, melão e laranja são bons exemplos;

*Aplique soro fisiológico no nariz e nos olhos para evitar o ressecamento;

*Evite a prática de exercícios físicos entre 10 e 16h;

*Use produtos específicos para a hidratação da pele do rosto e do corpo, pelo menos depois do banho e na hora de deitar;

*Óculos escuros e chapéus também ajudam a se proteger do sol.


Cuidados com o ambiente:

*Mantenha os quartos de dormir umidificados, seja por meio de vaporizadores ou colocando bacias e toalhas molhadas no ambiente;

*Evite a permanência em locais fechados ou com ar condicionado, pois o ressecamento das mucosas aumenta o risco de infecções das vias aéreas;

*Casa limpa e arejada é sinônimo de saúde. O tempo seco aumenta a concentração de ácaros, fungos e da poeira em móveis, cortinas e carpetes;

*Procure não utilizar vassouras para não levantar o pó. Prefira aspiradores ou panos úmidos;

*Ligue os ventiladores de teto para cima. Ligados para baixo, levantam poeira que se mistura no ar que você respira;

*Não queime lixo nem provoque queimadas. É crime e prejudica a saúde de todos!

Continue Reading

Nossa Cidade

Campanha de Vacinação contra Gripe é prorrogada até 31 de agosto em Sumaré

Published

on

Prorrogada até dia 31 de agosto a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. A vacinação ocorre das 8 às 15 horas, em pontos em todas as regiões, em espaços específicos para que não haja aglomeração e nem contato entre as pessoas. A prorrogação do prazo atende orientação do Governo do Estado de São Paulo.

O objetivo é atender a população que faz parte dos grupos de risco para o vírus da gripe, mas que ainda não procuraram pelas unidades de Saúde para receber a dose da imunização. Em Sumaré, a expectativa é aumentar a vacinação de crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas até 45 dias e adultos com idade entre 55 a 59 anos.

Também podem vacinar professores das escolas públicas e particulares, pessoas com deficiência, Melhor Idade acima dos 60 anos, colaboradores da Saúde, pessoas com doenças crônicas não transmissíveis, profissionais das forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional, caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo, jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, profissionais dos Correios e da limpeza urbana, além das pessoas em situação de rua.

Todos devem apresentar a carteira de vacinação. Os pacientes com comorbidades também devem apresentar receita ou laudo médico; motoristas e caminhoneiros devem estar munidos de um comprovante, seja CNH, carteira de trabalho ou holerite.

“Continuamos com a expectativa de aumentar a procura pela vacina em alguns grupos, por isso, a necessidade de atender a orientação do Estado e prorrogar o prazo. É importante que os grupos inseridos na campanha procurem a unidade de saúde de sua região e se protejam. Assim como foi durante todas as fases da campanha, promovemos um esquema especial para tomar a vacina, montado para as pessoas terem contato apenas com os profissionais de saúde”, explicou o prefeito Luiz Dalben.

Confira os locais de vacinação:

Região central:

Local: CS II – Rua Antônio do Valle Melo, 1510, centro

Local: USF Vasconcellos – Rua João de Vasconcellos, 777, Pq. João de Vasconcelos

Local: USF Cruzeiro – Rua 3, 311, Chácara Estrela Dalva

Região SOMA (todas as quintas-feiras)

Local: Rua 1, s/n, Vila Soma

Região da Área Cura

Local: USF Bandeirantes – Rua Josias Macedo Neves, 15, Parque Bandeirantes I

Local: USF Denadai – Rua Luciano Ramos Ayala, 553, Jardim Denadai

Local: USF São Judas – Rua Circular, s/n, São Judas Tadeu

Região do Matão

Local: USF Nova Terra – Rua Carlos Rogério Farias, 315, Jardim Nova Terra

Local: USF Santa Clara – Rua Benedito Teodoro Mendes, 26, Jardim Santa Clara

Local: USF Paraíso – Rua Expedito Vieira Damasceno, 50, Jardim Paraíso

Região do Picerno

Local: USF Picerno – Rua da Saúde, s/n, Jardim Picerno

Região de Nova Veneza

Local: USF Jardim do Trevo – Rua Inácio N. De Moura, 266, Nova Veneza

Local: USF CIS Nova Veneza – Rua Paraíba, 211, Jardim São Francisco

Local: USF Virgílio Viel – Rua Alice Menuzzo Pancote, 294, Virgílio Viel

Região do Maria Antônia

Local: USF Ângelo Tomazin – Rua Gervacina Alves Ferreira, 1.450, Ângelo Tomazin

Local: USF Maria Antônia – Rua Oswaldo Vaccari, 685, Maria Antônia

Local: USF Dall’Orto – Rua Piracanjuba, 95, Jardim Dall’Orto

Continue Reading