terça-feira, Maio 22

Sumaré “enfrenta” cubana Güira de Melena no próximo triênio

Mobilizar maior número de pessoas para realizar, no mínimo, 15 minutos de atividades físicas. Este é o objetivo do Dia do Desafio, que será realizado no próximo dia 30 de maio. Nessa segunda-feira, dia 7, em Jundiaí, Sumaré conheceu a cidade com a qual “duelará” neste e nos próximos dois anos: a cubana Güita de Melena. O evento propõe uma competição amigável entre municípios do mesmo porte, vencendo aquele que conseguir mobilizar o maior percentual de sua população.

 “Essa edição do Dia do Desafio traz uma novidade: as disputas saudáveis entre as cidades passam a ser por três anos consecutivos. Dessa forma, Sumaré competirá com a cubana Güira de Melena até 2020. O objetivo da organização é aumentar o vínculo entre os municípios, permitindo a troca de experiências, informações, projetos, para que uma cidade incentive a outra e ambas, juntas, melhorem suas pontuações no ano seguinte, mobilizando cada vez mais moradores para a prática de atividades físicas”, explicou o secretário de Cultura, Esporte e Lazer de Sumaré, Paulo Sciascio Neto.

“O Dia do Desafio vem contribuir para a redução do sedentarismo, incentivando nossos moradores a mudanças de comportamentos, em busca de mais saúde e qualidade de vida. Desde já, convidamos a população para ir se preparando, separando 15 minutinhos na agenda no dia 30 para a prática de algum exercício físico. Também convidamos todas as escolas, empresas, clubes, entidades a prepararem atividades para a data, ajudando Sumaré a vencer esse desafio do bem, onde quem ganha, na verdade, é a população”, incentivou o prefeito Luiz Dalben.

Participaram do evento em Jundiaí o assessor da pasta, Marcelo Vaz da Silva, o formador da disciplina de Educação Física do CEFEMS (Centro de Formação dos Educadores Municipais de Sumaré), Luís Eduardo Alvares, a professora de educação física Esmeralda Cristiane Rossi e o coordenador do Projeto Vulcão, Márcio Luiz.

 

SUMARÉ EM 2017

No ano passado, Sumaré mobilizou 74.747 pessoas no “Dia do Desafio”. O número, equivalente a 30,96% da população sumareense, foi o suficiente para vencer a adversária Bayamón, de Porto Rico, que mobilizou 1,03% de sua população de aproximadamente 200 mil pessoas.

O Dia do Desafio foi criado no Canadá em 1983 e é difundido mundialmente pela TAFISA (The Association For International Sport for All), entidade de promoção do esporte para todos, sediada na Alemanha. No Brasil, é organizado pelo SESC, com o apoio das prefeituras.