domingo, outubro 22

Sumaré está prestes a se tornar um Município de Interesse Turístico

Sumaré está prestes a se tornar um Município de Interesse Turístico. O projeto de lei que concede esta classificação à cidade já está tramitando na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (PL 475/17).

            “Desde o início do ano estamos trabalhando para tornar Sumaré um Município de Interesse Turístico e viabilizar mais recursos para implantar projetos nesta área, valorizando cada vez mais nossa cidade e nosso povo. Reativamos o Conselho Municipal de Turismo, fizemos um inventário de todos os pontos turísticos que Sumaré possui e entregamos estes e outros documentos ao Governo do Estado e à Assembleia Legislativa. Agradeço ao presidente da Alesp, deputado estadual Cauê Macris, e ao deputado Itamar Borges, pela atenção que nos foi dada e pela elaboração do projeto de lei. Esperamos que, em breve, a lei seja aprovada e Sumaré receba este título”, comentou o prefeito Luiz Dalben.

Sumaré possui vocação para o turismo rural, com três assentamentos modelos que recebem inúmeros visitantes e pesquisadores, além de diversos pesqueiros e restaurantes rurais. O município conta ainda com o Horto Florestal e a Represa do Marcelo, que são áreas de proteção ambiental que podem ser transformadas em importantes equipamentos de cultura e lazer de interesse regional, conforme estuda a Prefeitura.

Dentro do segmento de turismo religioso, Sumaré conta com a Estância Árvore da Vida, considerado o maior centro de convenções da América do Sul, e a Fazenda Vaughan, outro local de retiro religioso e de descanso, voltado também para o turismo pedagógico e histórico (Imigração Americana).

O projeto de lei também destaca o Turismo de Negócios e o Turismo Histórico da cidade. “Sumaré também é ressaltada pelo Turismo de Negócios, porque recebe diariamente inúmeros empresários ligados às empresas e multinacionais instaladas no município. Empresários estes que utilizam a estrutura de hotéis e restaurantes de primeira qualidade que a cidade oferece. No segmento de Turismo Histórico, a cidade tem a mostrar pontos ligados à sua fundação, como Estação Ferroviária, a Subestação de Energia Elétrica da Cia. Paulista de Estradas de Ferro, o Casarão Sertãozinho, entre outros”, diz a justificativa do PL.