Connect with us

Nossa Cidade

Sumaré realiza ações devido as baixas temperaturas

Publicado

em

agasalho

O inverno só chega, oficialmente, daqui a uma semana, mas os efeitos do período mais frio do ano já são sentidos desde o início de junho, quando as temperaturas passaram a registrar quedas sucessivas. Nestes dias de termômetros em baixa, a Prefeitura de Sumaré vem intensificando as ações sociais voltadas à população em situação de rua, que mais sofre as consequências das madrugadas geladas. Nas duas últimas semanas, a Prefeitura de Sumaré, por meio de sua equipe de abordagem social, realizou 30 abordagens, mas apenas cinco pessoas aceitaram o acolhimento temporário.

De acordo com o último levantamento realizado pela Secretaria de Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social da Prefeitura (Siades), existem a cada momento, em Sumaré, cerca de 60 a 75 pessoas em situação de rua – número que varia muito em função do perfil itinerante desta população, que circula de cidade em cidade constantemente. No período mais frio do ano, esse total costuma cair para a casa das três dezenas.

Para o acolhimento, a Prefeitura mantém, por meio do CREAS (Centro de Referência em Assistência Social, órgão vinculado à Siades), parcerias com as entidades Caluz (Caminho de Luz, localizada na Chácara Bela Vista, que faz o abrigamento das pessoas e desenvolve, junto com a equipe municipal, um trabalho de acompanhamento) e SHD, por meio do Serviço Especializado em Abordagem Social.

Uma equipe multidisciplinar municipal realiza rondas em períodos alternados em todas as regiões da cidade – ação que vem sendo intensificada nos últimos dias, além da elaboração de estratégias diferenciadas visando o acolhimento, um trabalho que pode resultar no fortalecimento e superação destas pessoas (muitas vezes a volta da pessoa em situação de rua para as famílias e/ou para os municípios de origem) e o acesso a serviços públicos básicos (Saúde, documentação, entre outros). Vale ressaltar que este é um trabalho que, para acontecer, depende muito da vontade, aceitação e consentimento da pessoa abordada.

“O Município mantêm seu Serviço de Abordagem atuando diariamente no sentido de alcançar o morador de rua onde quer que ele esteja, independente do clima. Essa identificação é contínua. Mas o fato de o Município ofertar esse serviço não garante a aceitação de auxílio por parte desse público alvo. Esse é um problema comum a todas as cidades”, destacou secretária de Inclusão Social de Sumaré, Maria José de Araújo.

Publicidade

O CREAS da Prefeitura funciona como um local de referência para a demanda espontânea, em casos de violação dos direitos e para acompanhamento do público atendido. De janeiro a maio deste ano, registros do CREAS apontaram 1.511 abordagens, 21 ações de acolhimento e 8 de recâmbio (volta às origens). O CREAS está localizado na Avenida Brasil, nº 1,111, Jardim Seminário (anexo ao Centro Administrativo de Nova Veneza). O telefone é o (19) 3399-5900.

CAMPANHA DO AGASALHO

Já está em andamento em Sumaré a Campanha do Agasalho 2016, organizada pelo Fundo Social de Solidariedade da cidade com apoio da Prefeitura. O objetivo da ação é arrecadar roupas e cobertores em bom estado para doar às famílias atendidas em programas sociais, ou àquelas que solicitarem. A Campanha segue até a segunda quinzena de agosto.

A população pode doar roupas, agasalhos, sapatos e objetos em bom estado de conservação. As doações podem ser entregues no Fundo Social, na Rua Dom Barreto, n° 1.377, ou em um dos pontos de arrecadação onde estão distribuídas as caixas coletoras de papelão da Campanha. Também há caixas de doações no Paço Municipal e no Centro Administrativo de Nova Veneza, entre outros prédios públicos de grande circulação. O órgão ainda estabeleceu parcerias com diversas grandes empresas e comércios locais para facilitar a doação da população sumareense.

Para os munícipes que desejam doar, mas não têm condições levarem as doações até os pontos de coleta, o Fundo Social faz a retirada dos objetos. Para isso, é preciso agendar uma visita pelos números (19) 3883-5282 ou 3828-3495.

Publicidade

“No ano passado, arrecadamos cerca de 42 mil peças, e esperamos superar a marca em 2016. A demanda é muito grande e sempre procuramos atender a todos. É importante frisar que a nossa campanha não ocorre só no Inverno, mas durante todo o ano. A população pode doar roupas de verão, brinquedos, enfim, tudo o que estiver em bom estado de conservação. Basta nos procurar que recolhemos as doações ou recebemos no Fundo Social”, disse a presidente do Fundo Social de Solidariedade de Sumaré, Joseane Felizari Moço Carrara.

As empresas e comerciantes que se interessarem em adquirir uma caixa da campanha devem entrar em contato com o Fundo Social também pelos números do Fundo Social.

PONTOS DE ARRECADAÇÃO

Fundo Social de Solidariedade de Sumaré

Paço Municipal (Prefeitura)

Publicidade

Centro Administrativo de Nova Veneza (Prefeitura)

Amanco

Delegacia de Polícia Civil

Clube Recreativo Sumaré

Escola Pintando o Sete

Publicidade

Supermercado Pague Menos

Supermercado Good Bom

Arena Atacado

Escola Educativa

SESI – Sumaré

Publicidade

SENAI

Pastifício Selmi

Honda

3M

UPA 24h do Jardim Macarenko

Publicidade

Magazine Luiza

Dicico

Villares Metals

Vila Flora

Publicidade

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS
Compartilhar no Facebook

Publicidade