Connect with us

Nossa Cidade

Usina de RCC é exemplo de Responsabilidade Social e Economia para Sumaré

Publicado

em

Com capacidade total de processamento de 45 toneladas por hora, a Usina Municipal de RCC (Resíduos da Construção Civil) está em pleno funcionamento no município, gerando economia para os cofres públicos e contribuindo para o meio ambiente ao dar destino correto e sustentável aos resíduos sólidos resultantes de todo tipo de obra na construção civil. Em Sumaré, a Usina de RCC é totalmente gerenciada pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Serviços Públicos.

A Usina está localizada em terreno de 10 mil metros quadrados na Vila Yolanda Costa e Silva, região central da cidade. Desde 2017, passou por dois períodos de manutenção, fundamentais para realizar todas as trocas necessárias no maquinário e retomar a produção com capacidade máxima. A pedra brita triturada – produto gerado do processo realizado na usina – é matéria-prima em serviços de infraestrutura na cidade, como a pavimentação de estradas rurais e a compactação de solo (que antecede obras de asfaltamento) na área urbana, resultando em economia para o Município.

Muitos também são os benefícios para o meio ambiente. Em Sumaré, a população conta com “ecopontos” disponíveis nas Administrações Regionais que atendem, de forma descentralizada, toda a cidade. De segunda a sexta-feira, os moradores podem levar os entulhos resultantes de obras da construção civil (exclusivamente RCCs) até a Regional do bairro onde moram e, de lá, caminhões transportam o material até a Usina Municipal – que também recebe entulhos diretamente.

É logo na etapa de triagem que acontece a segregação do montante recebido, separando madeira, plástico e outros itens, da brita misturada à terra, largamente utilizadas no município. Com oito colaboradores, o dia a dia na Usina também teve que passar por adequações em tempos de pandemia do coronavírus. Uso de máscara de proteção facial, distanciamento entre as pessoas e higienização constante das mãos com água, sabão e álcool em gel passaram a fazer parte da rotina de trabalho.

A Usina Municipal de RCC de Sumaré fica na Avenida João Argenton, nº 3.331, Vila Yolanda Costa e Silva (junto à Administração Regional do Centro). Funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 16h30. Para agendar a entrega de entulhos da construção civil ou para mais informações, o telefone é (19) 3828-8448.

“Apesar de todo esse aparato que o Município dispõe, muitos ainda são os flagrantes e denúncias de descarte irregular de entulho, principalmente em áreas verde. Sumaré conta com a Lei Municipal 6.075/18 que trata do assunto e prevê penalidades aos infratores. Sobretudo, a consciência de cada um é fundamental para que possamos garantir uma cidade mais limpa, bonita e com mais qualidade de vida para todos nós. Por isso, pedimos a colaboração dos moradores para que não sujem ou descartem lixo em local inadequado, inclusive pedimos para que denunciem atos irregulares”, comentou o prefeito Luiz Dalben.

A Prefeitura realiza constantemente a limpeza em todas as regiões e orienta os cidadãos a denunciar os casos de descarte irregular pelo 0800-773-8900 (ligação gratuita) do Grupo de Proteção Ambiental da Guarda Civil Municipal.

Nossa Cidade

Prefeitura de Sumaré inicia PRC (Programa de Recape Contínuo) no Parque da Amizade

Publicado

em

Por

A Prefeitura de Sumaré, por meio das Secretarias de Serviços Públicos e Obras, iniciou nesta segunda-feira, dia 21 de setembro, o recapeamento de diversas ruas nos Parques da Amizade e Silva Azevedo, na região de Nova Veneza. A melhoria faz parte das inúmeras realizações do PRC (Programa de Recape Contínuo), que acontecem em todas as regiões da cidade desde 2017.

Pela etapa iniciada nesta segunda-feira, 21, serão contempladas as ruas 12 de outubro, 4 de outubro (parcial), Macapá, Niterói, São Luiz e Avenida da Amizade (parcial). Os trabalhos estão sendo realizados com recursos provenientes de emendas parlamentares do Deputado Estadual Dirceu Dalben.

“Agora vai ficar bem melhor. Desde que moro aqui nunca teve um asfalto liso assim, prejudicava a suspensão dos carros. Agora, vai ficar asfalto liso e de boa qualidade”, festejou o morador Babilon de Souza. “Vai proporcionar melhores condições de tráfego e valorizar o bairro”, reforçou Elaine Barbosa da Silva, moradora do bairro há 13 anos.

O objetivo do Programa de Recape Contínuo é recuperar a malha viária do município, melhorando as condições de tráfego. Além das obras concluídas – mais de 500 mil m² de asfalto novo em toda a cidade – há outras em andamento. O programa acontece desde 2017 e conta com recursos municipais próprios e também de emendas apresentadas pelo deputado estadual Dirceu Dalben.

A ação conta com o apoio da SMMUR (Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana e Rural) para garantir a interdição de acesso à via e sinalização de desvio de tráfego, visando a segurança dos colaboradores e dos veículos de trabalho que circulam pelo local.

AVENIDA SELMI

Além das melhorias promovidas pelo PRC na região de Nova Veneza, a equipe municipal também trabalha nas obras de pavimentação da avenida que margeia a indústria Pastifício Selmi, que estão sendo feitas numa parceria público-privada. Os trabalhos visam garantir melhorias em infraestrutura e mobilidade. Trata-se de uma obra importante para os moradores, já que liga a Rodovia Vírginia Viel Campo Dall´Orto à Avenida da Amizade, passando pelos bairros Parques da Amizade e Silva Azevedo.

Continue Lendo

Nossa Cidade

No Dia da Árvore, Prefeitura de Sumaré realiza o plantio de mais de 100 mudas

Publicado

em

Por

Neste 21 de setembro, data reservada à celebração do Dia da Árvore, Sumaré está ainda mais verde e oferece mais qualidade de vida para toda a população. A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Defesa, Proteção e Preservação do Meio Ambiente, realiza  o plantio de 100 mudas de árvores nativas e frutíferas, promovendo a recuperação ambiental em uma antiga área de ocupação irregular na Rua Alfredo Marques Pereira, bairro Parque Franceschini, região central da cidade.

Ações como essa, voltadas à conservação e recuperação de áreas verdes, acontecem desde 2017 em todas as regiões da cidade. Por meio do projeto municipal “Replantar”, mais de 30 mil mudas frutíferas e de espécies nativas, além de exemplares próprios para Arborização Urbana, foram plantadas –  cerca de 9.000 somente em 2019 (Em 2018 foram 9.500 mudas e, em 2017,  7.000 mudas). Parte desses plantios acontece em ampliação ao programa municipal de Arborização Urbana e outra parte em cumprimento a acordos de compensação ambiental.

Este ano, até o momento, a Prefeitura promoveu o plantio de mais de 4.000 mudas de espécies nativas distribuídas pela cidade. Desse total, 2.400 foram plantadas durante o mês de maio no Jardim Basilicata, Parque Francheschini, Jardim Alvorada e Jardim Fantinatti. As mudas utilizadas em todas essas ações são cultivadas no Viveiro Municipal, que está localizado na área do Horto Florestal. No local, podem ser encontradas centenas de espécies nativas, frutíferas e outras próprias para plantio em calçadas. As mudas estão disponíveis para doação, basta procurar a Secretaria de Meio Ambiente. Mais de 7 mil pedidos feitos pela população foram atendidos no ano passado.

Além da recuperação de áreas antes degradadas, a ampliação dos espaços verdes de forma descentralizada, em todas as regiões da cidade, auxilia na purificação e umidade do ar e traz outros diversos benefícios para o ecossistema. “Em cada árvore plantada, também está a intenção de conscientizar a população sobre a importância das práticas de preservação e conservação do Meio Ambiente e estimular iniciativas como reciclagem e utilização sustentável dos recursos naturais”, lembra o secretário de Meio Ambiente de Sumaré, Carlos Barijan.

A Secretaria Municipal de Defesa, Proteção e Preservação do Meio Ambiente de Sumaré está localizada na Avenida Eugênia Biancalana Duarte, nº 200, no Jardim Primavera. Para mais informações, o contato deve ser feito pelo telefone (19) 3903-2431.

Consciência Ambiental

A Prefeitura de Sumaré acredita que a conscientização ambiental é um processo que deve começar nos primeiros anos de vida. Por isso, mantém o programa de Educação Ambiental voltado para crianças em idade escolar. No CEAV (Centro de Educação Ambiental Vivenciada), que funciona em uma área verde ao lado da Escola Municipal José de Anchieta, na região central da cidade, os alunos da rede municipal são incentivados a adotar hábitos que promovam a sustentabilidade, a preservação dos recursos naturais e o respeito a todas as formas de vida. O espaço está com as atividades suspensas por conta da pandemia do coronavírus, mas tão logo as autoridades em Saúde autorizem o retorno com segurança da programação presencial, os alunos voltarão a vivenciar os conceitos na prática.

O CEAV conta com uma grande variedade de plantas e árvores, além de hortas, jardim sensorial, mini orquidário, pomar, plantação de leguminosas e ervas medicinais, área de compostagem, além de uma sala pedagógica e quiosques em meio à natureza.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Homem morre após acidente de trabalho em Sumaré

Publicado

em

Por

Um homem de 45 anos, morreu carbonizado no início da noite desta quarta-feira (16), após um acidente de trabalho na indústria metalúrgica em Sumaré.

Segundo o Corpo de Bombeiros, por volta de 19h ocorreu um vazamento de óleo superaquecido em uma prensa modeladora que atingiu o trabalhador da empresa, localizada no bairro Jardim Santa Carolina.

Uma equipe de brigadistas da própria metalúrgica apagou o incêndio causado pelo acidente e o médico de plantão constatou a morte do homem no local, ainda antes da chegada do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). As causas do vazamento ainda serão esclarecidas.

Em nota divulgada na noite desta quarta, a empresa lamentou o acidente e disse estar colaborando com as autoridades. “A Villares Metals lamenta imensamente o ocorrido e está prestando toda a assistência à família neste momento, bem como está dedicada na apuração dos fatos e na colaboração com as autoridades competentes”, trouxe o texto.

Continue Lendo