Connect with us

Nossa Cidade

Vacinação Contra a Gripe termina nesta sexta-feira, dia 20

Publicado

em

Termina nesta sexta-feira, dia 20 de maio, a Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe 2016 em Sumaré. A vacina pode ser encontrada em 20 postos de vacinação da Rede Pública Municipal, mantidos pela Prefeitura. Até o momento, a cidade já vacinou 37.897 pessoas pertencentes aos grupos prioritários indicados pelo Ministério da Saúde – o que corresponde a 87,98 % do total a ser vacinada. O município também já imunizou mais 5.979 pessoas com comorbidades – grupo incluso na campanha desde o dia 9, mas que não é inscrito no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações.

De acordo com o balanço parcial atualizado da Secretaria Municipal de Saúde, desde o início da imunização, dia 30 de abril, foram vacinadas 13.975 crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos de idade, 1.674 gestantes, 469 puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), 3.106 trabalhadores de Saúde e 18.673 idosos. Somando as 5.979 doses aplicadas em pessoas com comorbidades, Sumaré já imunizou 43.876 pessoas.

 

COBERTURA VACINAL DE 30/04 A 12/05/2016

SUMARÉ/SP

Grupo prioritárioPop.

estimada

Meta

80%

Doses

aplicadas

Cobertura

(%)

Crianças

6 meses a < 5 anos

16.18012.94413.97586,37
Profissionais de saúde2.8972.3173.106107,21
Gestantes2.9032.3221.67457,66
Puérperas47738246998,32
Idosos20.61716.49318.67390,57
Total geral43.07434.45937.89787,98
COBERTURA VACINAL COMORBIDADE DE 09 A 12/05/2016
Comorbidades11.3859.1085.97952,51

 

Para receber a dose, basta fazer parte de um dos grupos de risco e se dirigir a uma das 20 Unidades de Saúde que fazem parte da Campanha e apresentar o cartão de vacinação ou documento de identificação. A imunização é necessária para que o corpo produza anticorpos contra a doença, reduzindo, assim, as chances de contrair o vírus.

O cronograma de vacinação por grupos de risco foi estipulado pela Secretaria da Saúde do Estado, por meio do Programa Estadual de Imunizações. Em 2015, a cobertura vacinal atingida ao final da campanha foi a de 94,4% (40.642 vacinados).

 

PREVENÇÃO

Os sintomas da gripe H1N1 são parecidos com os causados pelos vírus de outras gripes comuns, porém ela requer atenção especial às pessoas que apresentarem febre alta repentina (acima de 38°, 39°), dor muscular, dor de cabeça, dores na garganta e nas articulações, irritação nos olhos, tosse, coriza, cansaço e inapetência. Em alguns casos, também podem ocorrer vômitos e diarreia.

Além da vacina, uma série de ações cotidianas podem diminuir as chances de contrair a doença, como de lavar frequentemente as mãos com água e sabão, evitar aglomerações e o contato com pessoas doentes, não levar as mãos aos olhos, boca ou nariz depois de ter tocado em objetos de uso coletivo, não compartilhar copos, talheres ou objetos de uso pessoal, evitar viagens para lugares onde haja muitos casos da doença e procurar assistência médica em caso de sintomas.

Em 2016, Sumaré possui um caso de H1N1 confirmado, e 60 aguardando resultado – entre eles, dois óbitos suspeito.

 

POSTOS DE VACINAÇÃO CONTRA INFLUENZA:

1 – USF Cruzeiro: Rua Três, nº 311, Chácaras Estrela Dalva

2 – CIS Nova Veneza: Rua Paraíba, nº 211, Jardim São Francisco de Assis

3 – USF Picerno: Rua da Saúde, s/nº, Jardim Picerno

4 – UBS Dall’Orto: Rua Piracanjuba, nº 95, Jardim Dall’Orto

5 – UBS Nações: Rua Aldo de Oliveira Muller, nº 417, Parque das Nações

6 – USF Santa Clara: Rua Benedito Teodoro Mendes, nº 26, Jardim Santa Clara

7 – USF Parque Emília: Avenida Rebouças, nº 120, Parque Emília

8 – USF Lucélia: Rua Estados Unidos, s/nº, Jardim Lucélia

9 – USF Salerno: Rua 12, nº 666, Parque Itália

10 – USF São Judas: Rua Circular, s/nº, Jardim São Judas Tadeu

11 – UBS Paraíso: Rua Expedito Vieira Damaceno, nº 50, Jardim Paraíso

12 – USF Vasconcelos: Rua João de Vasconcellos, nº 777, Parque João de Vasconcellos

13 – USF Virgínio Basso: Rua João Gilberto Bueno, nº 176, Jardim Virgínio Basso

14 – USF Maria Antônia: Rua Osvaldo Vacari, nº 685, Jardim Maria Antonia

15 – UBS Denadai: Rua Luciano Ramos Ayala, nº 553, Jardim Denadai

16 – UBS Matão: Rua Emílio Bosco, nº 825, Jardim Lúcia

17 – Centro de Saúde II: Rua Antônio do Vale Mello, nº 1.510, Centro

18 – USF Angelo Tomazin: Rua 03, nº 361, Jardim Viel

19 – USF Bandeirantes: Rua Josias Macedo Neves (antiga Rua 14), nº 15, Jardim Bandeirantes

20 – USF Vila Yolanda: Rua Virgílio Viel, nº 2, Jardim Dall’Orto

Nossa Cidade

Zona Azul: Acias acompanha de perto andamento da licitação

Publicado

em

Por

Suspenso desde julho de 2017, estacionamento rotativo é uma necessidade indispensável e tem caráter de urgência

A Acias (Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Sumaré) está acompanhando de perto, junto à prefeitura, o andamento para a retomada do estacionamento rotativo. A movimentação de pessoas e de veículos na região central da cidade é intensa e as vagas para estacionar estão saturadas. A zona azul se faz necessária para solucionar esse problema.

No ano passado, a prefeitura publicou edital de licitação, mas o processo foi impugnado após a abertura dos envelopes. Em dezembro houve a republicação do edital com data para abertura dos envelopes marcada para o dia 10 de janeiro (sexta-feira passada). Seis empresas se interessaram em explorar o serviço.

Semana passada, em reunião com representantes da Prefeitura de Sumaré, o presidente da Acias, Juarez Pereira da Silva, foi informado sobre o andamento do processo de licitação que vai definir qual empresa assumirá o serviço.

“Na última quinta-feira (16) recebemos representantes da prefeitura na Acias que nos informaram sobre a abertura dos envelopes para a análise documental realizada no dia 10 (sexta-feira) e que os documentos foram encaminhados ao departamento jurídico para realizar a análise técnica das empresas que participam do processo de licitação. A expectativa é que este estudo termine na próxima semana”, explicou Silva.

O presidente da Acias lembra que Sumaré é a segunda maior cidade da Região Metropolitana de Campinas, tem um comércio forte e diversificado e a movimentação de consumidores na região central é intensa, gerando empregos, rendas e receitas para a cidade.  O estacionamento rotativo é a solução mais democrática para disciplinar o uso das vagas na região central.  “Infelizmente, não são raros os casos de pessoas que estacionam seus veículos e os deixam o dia todo nas vias públicas, impedido que outras pessoas também utilizem o mesmo espaço. É uma situação que prejudica consumidores e também o comércio”, observa.

Atualmente o controle de estacionamento na região central é realizado apenas de forma paliativa, pela prefeitura, durante o período de compras de final do ano.  “Esse paliativo no final dos últimos três anos não mais atende aos anseios dos empresários, consumidores e usuários dos diversos serviços que a região oferece. Isso reforça a real necessidade do estacionamento rotativo”, ratifica Silva.

Desde a suspensão do estacionamento rotativo, a Acias tem cobrado a prefeitura em busca de uma solução para esta questão e participa ativamente das reuniões do projeto para a reativação do serviço. Em agosto do ano passado, o presidente e diretores da Acias também participaram da sessão da Câmara de Vereadores e discutiram a importância do estacionamento rotativo.

A Acias não está medindo esforços junto à prefeitura no desenvolvimento e implantação do novo estacionamento rotativo. A retomada do serviço é essencial para reorganizar o trânsito e o estacionamento de veículos, evitando a evasão de consumidores, o que vem acontecendo há tempos com muita frequência.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Nota do Enem facilita ingresso de alunos na Anhanguera

Publicado

em

Por

Estudantes podem garantir bolsas de estudo de até 100% em todo curso, de acordo com o desempenho alcançado no exame

As notas individuais da última edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) serão divulgadas nesta sexta-feira (17) pelo Inep – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – e cerca de cinco milhões de brasileiros serão beneficiados com a oportunidade de transformar suas vidas por meio do ensino superior.

O resultado pode encurtar o caminho de acesso à graduação nas unidades da Faculdade Anhanguera de Sumaré e Santa Bárbara D’Oeste, que disponibilizarão bolsas de estudo de até 100% aos participantes. “O exame representa um marco na vida de centenas de pessoas, porque funciona como uma porta de entrada e ajuda a democratizar o sonho da formação superior”, explica Leonardo Danelon, diretor da Anhanguera de Santa Bárbara.

Pontuação

De acordo com uma pesquisa da Associação Brasileira das Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES), ingressar na faculdade ainda é um sonho distante para 70% dos jovens que concluem o ensino médio. O resultado do Enem pode ser um grande aliado neste desafio, já que permite o acesso a descontos, bolsas de estudo, além das possibilidades de financiamento.

O percentual da bolsa de estudo oferecido pela Anhanguera varia de acordo com a nota obtida, ofertando de 20% a 100% de desconto. Para aproveitar a vantagem, os interessados podem utilizar a nota do Enem dos anos anteriores, a partir de 2010. Caso tenha realizado mais de uma prova, a instituição considerará a nota mais recente. Contudo, vale ressaltar que o benefício não é válido para transferência externa.

Mais informações podem ser obtidas pessoalmente nas unidades ou ainda pelo site https://www.vestibulares.com.br/.

SERVIÇO:

·         Faculdade Anhanguera de Sumaré

Avenida Eugenia Biancalana Duarte, Jardim Primavera

·         Faculdade Anhanguera de Santa Bárbara D’Oeste

Avenida Juscelino Kubitscheck de Oliveira, 1450, Distrito Industrial II

Continue Lendo

Nossa Cidade

Prefeitura de Sumaré realiza troca do telhado da EM Martha Smolli

Publicado

em

Por

A Prefeitura de Sumaré realizou, por meio da Secretaria Municipal de Educação, a troca das telhas da Escola Municipal “Professora Martha Smolli Domingues”, localizada na Região do Picerno. Após avaliação da situação do telhado – prejudicado por vendaval – foi detectada a necessidade de substituir toda a estrutura da cobertura da unidade.

A escola atende atualmente cerca de 30 classes com 812 alunos – do Jardim I, II ao 1º ano – nos períodos da manhã e tarde. “Temos pautado nossas ações na melhoria da qualidade dos serviços prestados à população, e os investimentos no setor da educação beneficiam diretamente os alunos e funcionários, como é o caso da troca do telhado dessa escola municipal”, garantiu o prefeito Luiz Dalben.

A prefeitura contratou por meio de licitação a Construtora Alpha Vitória, com supervisão da Secretaria Municipal de Obras. Na obra que recebeu investimento de R$ 195.702,76 foi utilizado material de excelente qualidade – a telha termoacústica – que oferece ótimo acabamento e conta com isolamento térmico e acústico.

A EM Martha Smolli fica na Rua dos Eucaliptos, nº 181, no Jardim Basilicata, na Região do Picerno.

Continue Lendo