Moradora de Sumaré fica em estado grave após ser esfaqueada pelo próprio marido

peça de veículo

Uma tragédia familiar abalou a tranquilidade do Parque Residencial Versailles, em Sumaré, na manhã da última terça-feira (6). Uma mulher de 55 anos foi brutalmente esfaqueada dentro de sua própria casa, resultando em ferimentos graves. O principal suspeito do crime é seu marido, que foi capturado em Indaiatuba (SP) após tentar fugir do local.

O incidente desencadeou uma série de eventos dramáticos. De acordo com informações do boletim de ocorrência, a vítima, mesmo gravemente ferida após ser esfaqueada, conseguiu contatar seu irmão, relatando a terrível situação em que se encontrava após uma discussão com seu companheiro. Com extrema urgência, o irmão se dirigiu à residência da vítima, não hesitando em arrombar a porta com um pé de cabra para prestar socorro imediato e acionar os serviços de emergência.

A motivação para a brutal agressão teria sido uma discussão sobre a separação do casal. Segundo declarações do irmão à Polícia Civil, a mulher manifestou o desejo de se separar e informou que iria sair de casa para residir com uma amiga, fato que teria desencadeado a ira do agressor. A vítima foi rapidamente encaminhada para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Estadual de Sumaré, onde permanece internada em estado grave, lutando pela vida enquanto recebe os cuidados médicos necessários.

Enquanto isso, as autoridades policiais agiram com rapidez na captura do suspeito. O homem, de 66 anos, foi encontrado em Indaiatuba (SP), onde, aparentemente em um estado de desespero, causado por sua própria autolesão, foi abordado pelas forças policiais. Após ser submetido a exames médicos, ele foi conduzido ao Hospital Augusto Oliveira Camargo para tratamento e, posteriormente, à delegacia para prestar esclarecimentos sobre o terrível episódio que chocou a comunidade de Sumaré.

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS
Compartilhar no Facebook